quarta-feira, 7 de março de 2012

Creche pública não é para rico

Hoje um pai que conseguiu vaga para seu filho na creche pública Rute Baka que contou uma situação lamentável que vem ocorrendo. Ele disse que pessoas ricas e de posse estão com filhos nesta creche e mais ainda que outras pessoas estão sendo preteridas por filhos cabos eleitorais de vereadores. Uma vergonha.

Como se sabe teve pessoas que madrugaram para conseguir vaga nesta e em outras creches da rede municipal e, quem não conseguiu, entrou numa fila de espera. Porém, usando do poder de influencia de vereadores da situação, algumas pessoas estão passando por cima desta lista e conseguindo as vagas.

Antes que caiam de pau no prefeito José Baka Filho (PDT) e na Secretaria de Educação Elvira Geraldo, este pai que tem conhecimento e trânsito no grupo que está no poder, disse que prefeito e secretária não estão nesta jogada e que está sendo feita por uma pessoa de dentro da Secretaria de Educação.

Por sinal, Elvira já tomou conhecimento de algumas “exceções” e ficou tiririca da vida e avisou o prefeito que também não gostou e deu uma dura nos vereadores da situação.

Até que ponto isto está rolando ainda não sei, mas saberei por que estou entrando no circuito. Afinal de contas, não é novidade esta história de apadrinhamento em vagas para creches e escolas. Mas não é feio quando a pessoa está na fila de espera e o apadrinhamento segue a lista, mas acelera o processo burocrático. Para mim é válido.

O que não pode ocorrer é alguém deixar seu filho numa creche pública chegando com um Honda Civic ou coisa parecida. Há quem diga que eles têm direito também. Tem sim. O que eles não têm é vergonha na cara e poderiam deixar a vaga para quem precisa.

Agora o que eles não têm direito é de furar lista por conta de amizade com vereador. Isso ele não tem direito de fazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário