terça-feira, 6 de setembro de 2011

Demorou mas saiu quase 10%

Na campanha de 2004, ciente da ausência de duas décadas de políticas habitacionais na cidade, o prefeito José Baka Filho (PDT) prometeu aos parnanguaras construir quatro mil casas populares no seu primeiro mandato. Encerrada gestão e nem um tijolo foi colocado. Novo mandato e nova promessa de casas populares, desta vez, sem números, uma vez que eles ficaram apenas na promessa da primeira campanha.

Na semana passada, graças a política habitacional do Governo Federal, que criou o Programa Minha Casa Minha Vida, o prefeito conseguiu entregar quase 10% do que prometera em 2004, mas sem lançar mão do seu orçamento e entrou apenas com a doação do terreno comprado de um ex-secretário municipal de sua primeira gestão.

Assim o sonho com gosto de mel como disse uma das contempladas e enaltecida pelo prefeito, teve como grande abelha rainha, a atual presidente da República Dilma Rousseff, quando exercia o cargo de Ministra Chefe da Casa Civil. A prefeitura entrou com um pequeno pedaço do favo que contribuiu para adoçar o sonho da contemplada.

Não fossem os recursos do Governo Federal as 384 famílias ainda estariam “amargando” aluguéis, se sujeitando a morar com parentes, lugares de invasão e impróprios.

Não se ouviu durante a entrega das chaves esta gratidão ao presidente Lula e sua política habitacional e todos os louros se voltaram para a inexistente política habitacional da prefeitura que vai continuar sobrevivendo da sombra do Governo Federal no Programa Minha Casa Minha Vida, para felicidade dos parnanguaras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário