sexta-feira, 19 de agosto de 2011

DESCASO NA ROQUE VERNALHA




Vento derruba totem de ponto de ônibus e diarista fica com pé inchado

Revitalização inaugurada em 2008, em pleno ano de campanha pela reeleição, a nova Avenida Roque Vernalha ganhou pontos de ônibus modernos com totens iluminados para propaganda e avisos institucionais feitos numa estrutura de ferro.

Passados apenas três anos e sem nenhuma manutenção, os pontos de ônibus ficaram a mercê do tempo sofrendo com a ação da chuva e do sol. Na última terça-feira (2) um totem, localizado diante da caixa da água da CAB Águas de Paranaguá, com sua base completamente enferrujada, não suportou o pouco vento da manhã e caiu em cima da coxa e do pé da diarista Valeria Pinheiro de Oliveira (31), moradora no Jardim Santa Rosa.

Ela aguardava o ônibus para ir ao trabalho, sentada no banco do ponto de ônibus, quando foi surpreendida pelo totem caindo em cima da coxa e, depois escorregando para seu pé direito. Mãe de uma menina de cinco anos, a diarista foi atendida pela guarda municipal e conduzida até a emergência do Hospital Regional do Litoral, onde informaram que não havia ocorrido nada mais grave e a liberaram do jeito que estava e sem nenhum curativo. A reportagem do JBfalou com a diarista ainda no ponto de ônibus e observou que o pé de Valéria, apesar do Hospital não ter encontrado nada grave estava bastante inchado e ela afirmava que sentia muitas dores no momento.

Sensibilizado, um rapaz teve a inciativa de fazer um curativo no pé da diarista. Preocupada com a situação que a deixou sem poder trabalhar, Valéria disse que teria prejuízos de R$ 100 por dia, pois trabalha em dois horários, das 8 às 17 e das 17 ás 22 horas. Disse ainda que já tinha acertado para fazer um trabalho extra durante a Festa dos Robalos Rebeldes, o Paranaguámotos, numa das barracas. Mas com o incidente também iria deixar de ganhar este recurso extra.

Na quinta-feira (4) a reportagem do JBencontrou novamente Valeria e seu pé direito estava ainda mais inchado. Ela disse que havia retornado ao médico por conta deste inchaço e que estava tomando remédios custeados pela irmã. Indignada com a situação e sem poder trabalhar a diarista disse que vai procurar na justiça o ressarcimento de seus prejuízos e pretende acionar a prefeitura e a empresa que construiu os pontos de parada de ônibus, no caso a Dalba Engenharia e Empreendimentos que construiu a nova Avenida Roque Vernalha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário