sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Demagogia deu “cupim” no ponto de ônibus


Primeiro ato público do prefeito José Baka Filho (PDT) em 2005 quando assumiu a prefeitura depois de oito longos anos do ex-prefeito Mário Roque foi expor, em via pública, parte da frota municipal sucateada.O recado foi fruto do discurso de campanha, qualidade na gestão do dinheiro público e obras realizadas.

Bandeira que agradou a população que entendeu ter chegado o momento das obras com qualidade e durabilidade. Ledo engano. Passados mais de seis anos e meio desta administração, a maquiagem e a qualidade empregada nas obras se tornou marca registrada e um fator perigoso até mesmo para os parnanguaras.

Na semana passada, um totem da Avenida Roque Vernalha, revitalizada em 2008, sem nenhuma manutenção e feita com material de qualidade sofrível não resistiu ao vento de uma manhã de agosto e caiu na perna de uma usuária do transporte coletivo.

Quis o bom Deus que no momento o pesado totem de ferro não caísse numa criança e provocado uma fatalidade que seria facilmente entendida como homicídio doloso cometido pelo Poder Público. Sem manutenção, a prefeitura aceitou o risco da morte.

Agora esta mãe de uma criança, diarista, está sem poder trabalhar, perderá a oportunidade de emprego extra do Paranaguamotos e ainda se vê obrigada gastar do seu bolso com medicamentos. E a prefeitura? Única e grande culpada por este incidente, qual será sua punição?

Com a palavra o Ministério Publico Estadual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário