segunda-feira, 4 de julho de 2011

PDT do prefeito Baka expulsa Ali Kadri e “leva” Rafinha e Nagel para Brasília


O PDT do prefeito José Baka Filho e não o de Paranaguá investiu em duas tremendas mancadas partidárias que refletirão no partido significativamente na eleição de 2012, quando o prefeito não terá mais nenhum interesse por estar passando o bastão.

A primeira delas aconteceu na última reunião do partido, com a expulsão do segundo suplente e ex-vice-presidente da sigla, Ali El Kadri (foto), que obteve 1209 votos na eleição que o reelegeu para seu segundo mandato. Agora Ali não serve mais.

De acordo com o secretário da nova Comissão Provisória, Paulo Nascimento, a Comissão de Ética do PDT apresentou a análise de uma documentação que provou a infidelidade partidária praticada de Ali El Kadri. E qual foi esta infidelidade? Não trabalhar para primeira-dama Jozaine Baka na eleição de 2010.

Sabe como é composta esta Comissão de Ética do PDT que sugeriu pela expulsão de Ali kadri? Pelo Pastor Nilo Assunção Xavier (Chefe da Agência do Trabalhador), Fernando Lobo e Tenile Xavier (funcionária pública municipal). Todos eles, comprometidos com a atual administração quem tem o presidente do PDT como prefeito, “muito imparcial”. Assim como não dariam esta sugestão?

A segunda mancada e, maior ainda, foi a reabertura do processo de cassação dos vereadores Rafinha e Nagel a ponto de conseguir que a Executiva Estadual alterar uma decisão do presidente do PDT do Paraná, Augustinho Zucki, que tinha indeferido e arquivado este processo.

Segundo Paulo Nascimento o processo de expulsão dos vereadores Rafael Gutiérrez Junior e Benedito Nagel, segue dentro
do prazo legal e já está em Brasília. A decisão final sobre a expulsão definitiva caberá a Executiva Nacional do PDT.


Nenhum comentário:

Postar um comentário