quarta-feira, 27 de julho de 2011

O prefeito atleticano Gimenes é cassado em Pontal do Paraná


O bicho pegou para o prefeito atleticano de Pontal do Paraná, Rudisney Gimenes e seu vice Rubens Marcelino da Veiga. Eles foram notificados da decisão do juiz Rodrigo Brum Lopes da cassação do mandato da dupla por crime de corrupção eleitoral.
Pelo menos é o que consta no Blog do vereador pontalense Nelson Mademar – A Política (www.nelsonmademar.wordpress.com)

Na decisão a informação da anulação dos votos obtidos por ambos e consequente cassação dos diplomas pelo crime previsto no artigo 299, do Código Eleitoral. Tendo em vista o disposto no art. 244 do Código Eleitoral.
Ainda sugere a designação da nova data para a realização de eleições majoritárias em Pontal do Paraná, a se realizar indiretamente, por meio da Câmara Municipal no prazo de trinta dias.

É mole?

Não sei qual foi o crime, mas acompanhei e produzi matéria em setembro de 2008 de uma ação da Polícia Federal e oficiais de justiça cumprindo ordem judicial liminar dada pelo desembargador Auracyr Azevedo de Moura Cordeiro, na investigação judicial do TRE, n.º 6558, para apreender cestas básicas que estavam sendo distribuídas irregularmente, para suposta compra de votos em Pontal do Paraná, pelo prefeito e candidato Rudisney Gimenes do PMDB.

Será que foi esta a bomba que estourou nas mãos do atleticano Gimenez?

Com a palavra, o prefeito, caso queira postar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário