segunda-feira, 18 de abril de 2011

Prefeito voltou com fome de grana


Hoje fiz um esforço redobrado depois de amanhecer fechando o JB e assisti as mais de duas horas da reunião do secretariado do prefeito José Baka Filho (PDT).
Confesso que gostei da reunião e, mais ainda por ter sido lembrado já na sua abertura. Isto mesmo. Teve um puxa saco que não pude identificar que comentou com o prefeito que eu estaria assistindo a reunião.

De imediato a colega Luciane Chiarelli Magalhães alertou os secretários para o detalhe do microfone ligado e que capta tudo o que for dito. Não teve dúvidas que este blogueiro estava gravando para poder comentar.

Anotei diversas situações e, quando sobrar tempo, estarei aqui comentado sobre o assunto. Mas o que percebi foi que o prefeito retornou com uma fome de dinheiro enorme. Em todas as situações que envolvia a administração com outras entidades, imediatamente perguntava se iriam entrar com recursos.

Foi assim com Maristany quando ele falou da participação da CUT na 2ª Sempat. O prefeito quis saber se a CUT entraria com grana no evento. Depois foi a vez de Valmir Martins quando falou que a fase Macrorregional dos JEPS seria feito na cidade, imediatamente cobrou a grana que a Paraná Esportes, supostamente deve, por conta da arbitragem não paga nos Jogos do ano passado.

E também quando Alaor Reis falou do pagamento do ISS retido conseguido por Fabiano Elias junto ao governador Beto Richa, o prefeito já quis saber do restante da grana.
Não sei porque tanta fome assim, mas o prefeito pode ficar tranquilo que R$ 2 milhões a dupla Fabiano e Richa já garantiram para os cofres públicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário