domingo, 20 de março de 2011

Quem pagou pelo “Sukicóptero”?



Não fosse o Secretário Municipal da Sustentabilidade Ambiental, Sukita, o protagonista da história, diria que se trata de mais uma piada sarcástica da oposição. Ocorre que fiquei sabendo que ele andou sobrevoando de helicóptero as áreas atingidas pela chuva e Serra do Mar de nossa cidade.

Uma voadinha pela “bagatela” de R$ 300,00 por cabeça. É mole! Não sei quantas vistorias foram feitas neste período, caso seja mesmo verdade. Mas o que gostaria de saber é quem pagou por estes todos esses vôos. Por se tratar de um secretário a grana pode ter saído dos cofres públicos, do seu próprio bolso (R$ 7 mil por messe não estou enganado) ou ainda do bolso do deputado verde, Rasca Rodrigues.

Certamente se isto ocorreu, Sukita não ia perder a chance de fazer um relatório para passar ao parlamentar do qual foi seu cabo eleitoral. Verdade ou mentira, o fato é que o parnanguara não perdeu de fazer sua piada da situação. Estão dizendo que assim como Requião já teve seu Requicóptero em 2002, agora surgiu o “Sukicóptero”. É mole.

Nenhum comentário:

Postar um comentário