quarta-feira, 2 de março de 2011

AS MELHORES DA FU





Retaliação profissional?

E não é que este jornalista foi cerceado no seu exercício profissional durante a cobertura do Banho a Fantasia pelo prefeito? Isso mesmo. Dá para acreditar nisto em pleno século XXI? Pelo menos foi o que entendi com o recado repassado pelo colega Osvaldo da Assessoria de Imprensa de que o prefeito havia pedido para eu descer do caminhão do cortejo real onde fazia as imagens do Banho a Fantasia na Rua XV de Novembro. E a ordem foi repassada por duas vezes. Não fiquei surpreso com a atitude, apenas indignado porque o carro de som, certamente foi pago com dinheiro público e estava a serviço de uma festa popular. Mas como diz o povão o castigo vem a cavalo, o carro de som quebrou e teve de ser empurrado pelos foliões. Pelo jeito o prefeito ainda não observou a capa da Folha que tem estampada uma campanha pela liberdade de informação todos os dias. Em tempo, só atendi a ordem para evitar confusão, como estava no meu direito de exercício profissional não precisava ter descido.

Coincidência ou retaliação?
Há muito o jovem empresário Ramires da Externa Empréstimos mantinha os veículos da empresa diante de sua loja principal na Praça Fernando Amaro. É claro que sempre atendendo a legislação e pagando pelo estacionamento como todo e qualquer motorista. Razão pelo qual o Demutran jamais tomou qualquer atitude contrária. Até aí tudo bem, nada de anormal. Mas só foi o moço abraçar a causa dos usuários do transporte coletivo defendida pelos estudantes, vereadores e Umamp contra a tarifa de R$ 2,50 que a coisa mudou. E mudou de forma radical. Um dos seus veículos que fiava estacionado divulgava a campanha contra os R$ 2,50. Na semana passada a calçada onde Ramires estacionava seus veículos virou estacionamento para motocicletas e idosos (foto). Isso mesmo! Se isto é uma tremenda coincidência ou retaliação não posso afirmar, mas que ficou muito suspeito não resta dúvida.

Não quer mais aparecer?
Outra atitude do prefeito ocorrida antes da ordem de mandar descer do carro do som e que também vale o comentário e o registro foi impedir que este jornalista o fotografasse (foto). Pelo que disse a primeira-dama que estava ao seu lado, foi porque este colunista poderia “sacanear”. Incrível, como se alguma vez em minha carreira profissional tivesse feito algo desta natureza contra o prefeito com fotos oficiais. E a primeira-dama tem consciência disto, até porque teve meu apoio na sua eleição para Assembleia Legislativa. O engraçado que estava trabalhando para a Folha e o prefeito sempre gostou de posar para as reportagens do jornal, mas pelo jeito ele não quer mais aparecer. Só que ele esquece que é pessoa pública e ainda vai aparecer muito nas páginas da Folha.


Tabajara, o nosso novo reforço
Quem está com a gente desde novembro do ano passado ajudando na administração e formando a nossa CIPA é o amigo de longa data, Tabajara que possui farta experiência na área de administração de empresas e relacionamento humano. O moço que sempre foi um técnico de qualidade atuando na maior multinacional brasileira, a Petrobras e outras empresas da área, é o mais novo reforço da Folha que está acertando as arestas e contribuindo para o aumento da qualidade da informação diária que repassamos.


Hoje é Dia de Banho a Fantasia
Hoje turistas de todos os cantos do pais e os parnanguaras se encontram e se divertem no Banho a Rainha, tradicional festa que abre o carnaval de rua de nossa cidade criada pela família do saudoso Mestre Moura. Famílias inteiras e grupo de amigos investem na criatividade e no protesto bem humorado contra políticos e levam para as ruas da cidade. Minha torcida é para que o sol venha para folia e ajude na festa. Porém, faço um apelo aos marmanjos e aqueles que abusam da cachaça que tenham me mente que crianças, senhoras e adolescentes estarão no Banho a Fantasia e não custa nada segurar a onda para evitar confusão. Desejo a todos uma boa festa e estarei lá cobrindo os fatos.


Secretária de comitê vira empresária

Nada como um rosto bonito e um pai bem relacionado para se dar bem depois de uma campanha eleitoral. Digo isso, porque uma secretária de comitê da última eleição municipal, que tem um pai com bom relacionamento nos corredores do poder, de 2009 para cá se deu muito bem na área comercial. A moça que trabalha locação de máquinas e caçambas está levando uma sorte danada e ganhando um bocado de trabalho com sua empresa na área pública. Estou levantando essas obras para tentar aprender como é que se faz para crescer rápido na área empresarial e passar a dica para minha filha que rala há dois anos. Acredito que não irei encontrar nada de irregular. Afinal de contas as mulheres sempre são mais sérias que os homens. Mas sempre existem exceções.


Cintia está para pedir o boné?

Amigos que moram na bela e querida Ilha dos Valadares me disseram que a Secretária da Administração, a amiga de longa data Cintia Oliveira, está a ponto de pedir o boné e deixar o cargo. Tanto é o incomodo que se tornou administrar a ilha. Isso sem falar na obrigação de administrar rixas como de “Navio” e Robison entre outros abacaxis. Não sei se tudo isso é verdade. Mas se a coisa está deste jeito pode ter mesmo fundamento esta informação. Conheço Cintia e não é de hoje. Por isso sei o quanto ela gosta de trabalhar e de maneira séria, mas de forma que produza resultados. Quem conheceu seu trabalho feita com a irmã na Secretaria da Criança e na Emdeilhas, sabe bem do que estou falando. Por isso, não me surpreenderei se ela chutar o balde caso tudo isso esteja acontecendo.

Casa do Mel pode dar melado
Fiquei sabendo que aquela invasão no terreno da Casa do Mel ocorrida no ano passado e denunciada por este jornalista na época, está por virar um caso de polícia. E tudo por causa da incompetência da extinta Secretaria de Regularização Fundiária. Ocorre que a solução encontrada pela prefeitura na época está se transformando numa confusão ainda maior. Coisa que pode virar até em morte. E porque está deste jeito? Porque a solução resultou num processo que simplesmente não foi dado prosseguimento.

Fim da escadaria da Copel
Recebi uma mensagem em forma de protesto contra a obra que está sendo realizada no antigo campinho ao lado da Copel, perto da Fontinha. A pessoa defende que, em razão das poucas áreas de lazer existentes na cidade, aquele espaço deveria ser preservado por considerá-lo histórico. Para a pessoa a obra, além de esconder a escadaria e o paredão de pedras, lindos em sua opinião, vai também acabar com um local onde o escoamento das águas da chuva é feita de forma natural. Na mensagem uma triste constatação, o lugar que já sofre com enchente vai encher mais ainda e terá menos espaço para penetração da chuva. A pessoa pede queria, na verdade, uma maneira de registrar sua indignação pelo pouco caso com os espaços históricos da cidade. Bom, o recado e o registro estão aí para análise do povo.


Armadilha para os idosos na prefeitura
Falando com um colega que já goza dos direitos do Estatuto do Idoso por conta dos seus 63 anos, alertou sobre uma tremenda armadilha montada pelo Demutran para os idosos que usam o estacionamento preferencial diante de prefeitura. Ele estacionou diante da placa que indica ao idoso (foto) e ao voltar tinha sido multado. Ao questionar com o guarda ouviu dele que não havia no carro nenhuma comprovação que ele era idoso e por isso fez a multa. Um absurdo ou despreparo. Porque antes de fazer a multa ele deveria checar o condutor sua condição de idoso ou não. Caso não fosse comprovada, aí sim aplicaria a multa. Até porque na placa de sinalização não pede que se deixe no carro, de forma visível, qualquer comprovação. Errado ou muito suspeita esta atitude, porque um idoso desinformado vai pagar a multa indevida.


A luta não para contra o R$ 2,50

Quem pensa que o movimento estudantil é fogo de palha nesta luta contra o aumento da passagem para R$ 2,50 está muito enganado. As lideranças da UNE, UBS, UJS estiveram novamente na sessão da Câmara de Vereadores com suas bandeiras e a do Brasil (foto) mantendo sua posição firme contra o aumento. Vale dizer que as estudantes têm sido um destaque a parte pela garra e determinação na defesa dos interesses dos usuários do transporte coletivo, principalmente dos estudantes pela implantação do passe livre. Isto ainda vai longe e só deve parar com resultado positivo.


Líder estudantil ameaçado

Para encerrar falando ainda sobre o movimento estudantil, ontem, fiquei sabendo que um dos líderes e idealizadores do movimento contras o aumento da passagem, o jovem Victor Hugo, está sendo alvo de ameaças por telefone. Atitude covarde e abominável de quem não sabe lutar no campo da legalidade e do debate. Orientamos para que registrasse um boletim de ocorrência sobre esta situação, o que está sendo providenciado. Porque não é possível que estejamos voltando para época da ditadura, onde as coisas se resolviam com pressão, violência e até morte.

Auditores do TC na prefeitura
Dito pelo próprio prefeito no twitter, ontem, dois auditores do Tribunal de Contas do Paraná estiveram na prefeitura, Ana Maria e Márcio que aproveitaram para der uma espiada no reality show da Escolinha de Governo, ou seja, a reunião do secretariado. Mas o que dois auditores do TC estiveram fazendo na prefeitura? Certamente, não foi apenas para ver o reality show e tomar cafezinho. Bom, pelo que pude apurar a função de um auditor é “exercer a fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do município e das entidades da administração direta e indireta, quanto à legalidade, à legitimidade e à economicidade, além da fiscalização da aplicação das subvenções e da renúncia de receitas”. Certamente, foi algo neste sentido que Ana Mário e Márcio podem ter vindo fazer na cidade. Com a palavra o prefeito e pode ser pelo twitter mesmo.

Do PT para o PSDB
Comentei hoje no twitter e ontem no blog sobre o enigma político que está por rolar na cidade. Ocorre que o prefeito está propenso nomear o vice-prefeito para Fundação Municipal de Esportes (Fundesportes). Até aí tudo bem. Nada demais. Agora o enigma é o seguinte. Porque cargas d’água o prefeito do PDT que apoiou a presidente Dilma do PT e a senadora petista Gleisi, está tirando do PT uma secretaria e passando justamente para o PSDB, que foi adversário político na campanha do presidente do PDT do Paraná, Osmar Dias? Esta atitude não combina com a do PT nacional, pois a presidente Dilma Rousseff, empossada, manteve no cargo o ministro e presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. Nada contra o vice-prefeito, mas é fato que ele é PSDB e foi Beto Richa e não Osmar Dias. Foi Serra e não Dilma e foi Gustavo e não Gleisi. O vice-perdeu a eleição, mas deverá ganhar a Fundação do PT.


Concurso do Cortejo com entrevista

Nada melhor que analisar erros para se chegar a perfeição. Digo isso porque quero sugerir para a Associação das Escolas de Samba de Paranaguá (Aesp), presidida pela bela e competente Tenile, uma dica para o próximo concurso para formação do Cortejo Real. É preciso que os jurados façam uma pergunta para cada candidata a rainha e Rei Momo para saber como se saem em entrevistas na imprensa e junto aos foliões na Avenida do Samba. É preciso colocar uma coroa de Rainha e Rei para um casal que saiba, ao menos, dar as boas vindas aos turistas durante o carnaval. E porque a dica. Não é de hoje que o pessoal se enrola na serpentina. Tivemos rainha que soltou a seguinte pérola na Avenida do Samba; “vamos ter o melhor carnaval do ano” e até 'todos os parnanguaras são bem vindos na cidade”. Isso em rede estadual. Ficou mal para cidade que vira motivo de piada no Estado. Não sei como está o casal deste ano,porque ainda não falei com nenhum dos dois. Uma já deu para notar pelas fotos, os dois são bonitos e a rainha tem um belo corpo para ser mostrado na Avenida. Dica dada.

Tarifa da época de Tortato
Dos quatro anos de Tortato, vivi apenas o último (1996) pois morava em Pinhais nesta época. Mas fiquei sabendo como funcionou a questão da tarifa da Viação Rocio no seu mandato. Logo que assumiu, Tortato revogou o último aumento da passagem concedido pelo ex-prefeito Vicente Elias e depois passou seu mandato autorizando aumentos baixos que mantivessem a tarifa no valor de 50% da passagem de Curitiba. Eu disse 50%. Tem mais, em todos os aumentos concedidos, Tortato colocava junto a nova tarifa a relação das 10 passagens mais caras do Paraná, para mostrar a nossa era a mais baixa. Ele também tornava público o salário do motorista e cobrador. Neste período, a empresa que era a mesma de hoje não quebrou, não fez demissões em massa, não deixou de comprar ônibus novos e o povo tinha uma passagem de ônibus de acordo com seu bolso. Se ele ainda fosse prefeito, a tarifa hoje seria de R$ 1,10, ou seja, 50% do preço praticado em Curitiba que por sinal ainda não aumentou. A pergunta que se faz é a seguinte; se foi possível com Tortato porque não nesta gestão?


VAN saída contra tarifa de R$ 2,50

Z
Enquanto a majoração de impostos sugerida pelo prefeito como alternativa para redução da tarifa de transporte não acontece, uma boa saída Cintra a passagem de R$ 2,50 seria a adoção de Vans para o transporte coletivo de trabalhadores e cidadãos. Uma boa solução encontrada e bem assimilada em São Paulo e Rio de Janeiro (foto) pela população para minimizar a demanda de passageiros, não atendida pelo transporte coletivo convencional. Lá Cooperativas de Vans atendem grupos de trabalhadores e moradores que viram nesta modalidade uma opção de mais qualidade, conforto, praticidade e preço mais baixo que o ônibus. Com tanta gente trabalhando com Van na cidade, creio que não será difícil para este pessoal se organizar e constituir uma cooperativa de Van. Interessados não faltarão levando em conta a economia que isso proporcionará no orçamento familiar. E será a primeira arma contra o monopólio do transporte coletivo na cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário