domingo, 20 de fevereiro de 2011

Fabiano Elias vai pegar o “abacaxi” da Fundesportes


Dava quase como certa a ida do vereador Ricardo para a Fundesportes, apesar de saber da possibilidade de Fabiano Elias assumir o cargo. E no final a Fundesportes está ficando mesmo com o vice-prefeito. Mas a pergunta que se faz é a seguinte: porque cargas d’água Fabiano Elias está pegando aquele “abacaxi”?

Depois que o prefeito Baka retomou o controle da grana e o presidente tem que pedir a bênção até para comprar copinho de café, como desenvolver um programa de trabalho dependendo do crivo (e autorização) do prefeito? Impossível. Isto sem falar na grana da Lei do Incentivo ao Esporte que, hoje, se tornou mixaria.

Tenho certeza que Fabiano Elias desconhece a situação da Fundesportes no que tange a estrutura de trabalho, quer de humana e de material. Se soubesse jamais iria comprometer seu nome e seu trabalho numa pasta extremamente complicada. Basta ver o que a cidade proporciona de esporte, hoje, para a população.

Com toda dificuldade, Mario Rodrigues fazia das tripas coração para manter a pouca atividade esportiva na cidade, que já teve escolinhas de futebol ativas nos bairros, futsal, vôlei, basquete, natação, ginástica olímpica, xadrez, recreação, esporte para olímpico, Jogos Escolares, Jogos Abertos, Fecripa, entre outros.

De tudo isso, o que sobrou? O que está sendo possível fazer? Num passado não muito distante, até jovens atletas foram “esquecidos” em cidades onde competiram, ônibus quebraram e deixaram desportistas na mão, e até dívida com árbitros deu confusão.

É este tremendo abacaxi que Fabiano Elias vai assumir e com a ampulheta tendo areia para pouco mais de um ano, já que pensa em sair candidato a prefeito em 2012 e aí terá que sair do cargo em abril do próximo ano. Como ele ainda não assumiu, convém analisar o quadro negro da Fundesportes e reconsiderar. Mas caso resolva aceitar, desejo muita sorte para Fabiano porque irá precisar muito dela.


Um comentário: