segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Prioridade é questão de conhecimento!


Na semana passada tomamos conhecimento do quanto e onde o prefeito José Baka Filho pretende gastar a grana do povo a partir de 2011. A Câmara aprovou em primeira discussão a proposta orçamentária sob intensa discussão dos vereadores que foram surpreendidos com alguns absurdos contidos na proposta. E realmente faço coro com os vereadores porque tive acesso aos valores e seus destinos e confesso que também estranhei.
Um dos maiores problemas sociais da cidade e do país, senão for o maior, é o usuário de droga, o dependente, que não deixa de ser um doente por conveniência. Mas que precisa de políticas públicas para prevenção, tratamento e recuperação. A candidata Jozaine Baka, ciente desta realidade, defendeu projetos neste sentido, caso conquistasse a cadeira na Assembleia Legislativa. Porém, seu marido, o prefeito, parece não ter a mesma sensibilidade ou, quem sabe conhecimento da dimensão do problema. Ele destinou para os próximos 12 meses de 2011, recursos na ordem de R$ 10 mil para manutenção do Departamento Antidrogas. Ou seja, praticamente nenhuma prioridade para este grave problema social. Por sua, vez o prefeito destinou R$ 1.253 milhão para “divulgação e publicidade de interesse municipal”. Ou seja, prioridade máxima para divulgar as ações da prefeitura ao longo dos meses, já que serão gastos mais de R$ 100 mil mensais com propaganda oficial. São por situações como esta que ainda defendo orçamento participativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário