quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Festa para ninguém ir


Quando você faz uma festa e realmente tem a intenção de pessoas para participando, qual sua primeira providência? Convidar essas pessoas com certa antecedência. Até mesmo para as pessoas se agendarem, comprarem presentes ou coisa do gênero.

Agora quando você organiza uma festa e não deseja que determinadas pessoas não compareçam, qual a melhor tática? Convidar essas pessoas em cima da hora. Assim todos entenderão que você não deseja que compareçam.

Foi exatamente isso que o prefeito José Baka Filho (PDT) e a assessora de imprensa Luciane Chiarelli Magalhães fizeram na tarde de hoje durante a coletiva de imprensa na prefeitura.

No momento que o prefeito e o vice Fabiano Elias falavam sobre a cassação deles pelo Tribunal regional Eleitoral do Paraná por abuso de poder político e econômico, ele convidou a imprensa para uma boca livre amanhã, se não me engano na Casa do Barreado.

Deu para perceber que nem Luciane sabia da boca livre, porque ela mesma admitiu que ainda não havia informado ninguém. E olha que a coletiva começou quase 18 horas. Duas horas depois começaram ligar para os veículos. Só faltou dizer; “você não quer vir para a boca livre amanhã?”.

Como o JB é discriminado nas divulgações institucionais por ser considerado “jornal de oposição”, recursos que no próximo ano representarão gastos de R$ 104 mil por mês, já avisei que não confirmo minha presença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário