quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Prefeito Baka evita o fiasco de Carnaval 2011




Para quem está acostumado a ver críticas e cobranças contra o prefeito José Baka Filho (PDT) neste espaço, hoje, vai se surpreender, porque verá um elogio e sincero.
Quando uma decisão da Associação das Escolas de Samba de Paranaguá (AESP),obtida com os votos favoráveis dos presidentes Fabiano (Filhos da Gaviões), Irajá (Império do Irajá), Roselinda (União da Ilha), Dona Milene (Acadêmicos do Litoral) e Dicesar (Leão da Estradinha) colocou em risco a qualidade do carnaval de 2011, confesso fiquei preocupado. Vi a coisa como um golpe.

Golpe no sentido de por fim a competitividade e cada qual trazer para Avenida do Samba a escola da forma eu melhor achasse. Não teria nada a temer sem rebaixamento. E assim vexames como os já protagonizados por Menino Fininho e Junqueira poderiam aumentar.

Foi esta minha preocupação e das quatro escolas que votaram contra o fim dos grupos. Mas felizmente, o prefeito Baka teve uma atitude forte e coerente e fez valer a autoridade de quem garante a grana pública para as escolas e manteve os grupos de acesso.

Com isso evitou o golpe furado e garantiu que o carnaval de 2011 se tornasse num fiasco. E por não ser esta uma das obrigações inerente ao seu cargo é justo parabenizá-lo pela atitude. Porque se fosse, estaria apenas fazendo o que lhe era devido. Gostei disto e por isso faço este registro inédito no blog.

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir