terça-feira, 30 de novembro de 2010

Maria Celia faltou com a verdade na rádio



Até entendo a atitude de secretários e comissionados em defender o cargo e o prefeito José Baka Filho (PDT) acima de tudo. Afinal é a grana de sua sobrevivência que está em jogo. Mas mentir já é um pouco de exagero ou, mais ainda, desespero de causa.

No sábado depois de dois anos e meio da grana depositada na conta da prefeitura, as barracas da Feirinha da Catedral foram entregues pela secretária de Agricultura, Pesca e Abastecimento Maria Célia que, por sinal, estava radiante e felicíssima.

Na sua entrevista para o JB ela foi coerente e disse que a entrega precisava ser realizada por causa do investimento público do Governo Federal e Prefeitura. Isso no sábado. Mas na segunda-feira na rádio Litoral Sul FM ela já tinha esquecido esta parceria e disse que a grana tinha sido só da prefeitura. Um absurdo.

Até porque a prefeitura entrou apenas com R$ 20 mil, enquanto que a grana depositada em maio de 2008 do Governo Federal foi R$ 195 mil, totalizando R$ 215 mil para compra das barracas. Grana essa obtida pelo então vereador Arnaldo Maranhão que também foi esquecido por Maria Célia na Litoral Sul FM.

Só que Maranhão foi a rádio ontem e fez questão de desmascarar a secretaria e deu crédito a quem devia, no caso ao ex-ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, que viabilizou a verba a seu pedido ainda na condição de vereador.

Coisa feia,muito feia mesmo. Isto sem dizer que Maria Célia também não informou em sua reportagem o que foi feito do restante deste recurso de R$ 215 mil, já que cada barraca custou R$ 2.480,00 totalizando R$ 124 mil.

Onde estão os R$ 91 mil que sobraram?

Com a palavra a secretária Maria ou o prefeito Baka.

Nenhum comentário:

Postar um comentário