sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Recebi e repasso


Beto Richa recebe a visita de Fabiano Elias

Na quarta-feira, o vice-prefeito de Paranaguá e Presidente do PSDB local, Fabiano Vicente Elias esteve em Curitiba reunido com o governador eleito do Paraná, Beto Richa. Fabiano foi o primeiro mandatário parnanguara a visitar o governador eleito.

Conversaram sobre os resultados das eleições, oportunidade em que o governador eleito expressou seu contentamento com os números dos candidatos do PSDB na cidade de Paranaguá, especialmente a sua própria votação e a do candidato a Presidente, José Serra.

Como governador eleito pediu a Fabiano Elias que redobrasse os esforços para o segundo turno da eleição de Presidente da República, lembrando que a vitória do Novo Paraná só será completa com a eleição de José Serra como Presidente do Brasil. Assim, o comitê onde funcionava antes a campanha de deputado federal de Elias já foi transformado em comitê Pró-Serra, onde as pessoas poderão buscar materiais e aderir à campanha do tucano para Presidente da República.

Além disso pediu que Fabiano, como presidente do PSDB e em ato contínuo ao término do segundo turno, inicie os trabalhos para reforçar os quadros do PSDB de Paranaguá visando as eleições de 2012, orientando que não pretende perder as eleições na cidade e que o PSDB deve disputar a eleição de prefeito de Paranaguá, considerando que Elias é o candidato preferencial pelo cargo de Vice-Prefeito que ocupa atualmente e pela sua bela participação na eleição deste ano.

Nesta quinta-feira, no Restaurante Madalosso, em Curitiba, o Vice-Prefeito também participou do almoço de lançamento no estado do Paraná da campanha do segundo turno de José Serra, onde foi convidado a subir no palanque das autoridades e discursar em nome dos vice-prefeitos presentes no evento, oportunidade em que lembrou da expressiva vitória do PSDB em Paranaguá.

4 comentários:

  1. André

    Depois de ler esta reportagem fiz uma reflexão para tentar compreender e talvez em minha humilde visão da política local, poder delinear um raciocínio para quem sabe ter uma posição clara sobre a campanha de 2012, já que tantos candidatos andam se apresentando para tomar posse do Executivo local. Com tantos apoios ao Beto Richa, como Alceuzinho, Fabiano, fica um tanto confuso prever como será essa campanha, até lá teremos outros tantos candidatos e como será? Vejamos: Alceu é candidato declarado e tem obtido uma boa aceitação por parte da população, no entanto, devemos lembrar que somente isso não determina uma eleição, demanda dinheiro, acertos, apoios, comprometimento. Além de uma história política local, embasada em realizações em prol da sociedade e população em geral. Sinceramente, de imediato não me recordo das ações sociais realizadas, de projetos que tenham sido determinantes para um benefício à população. Me recordo apenas de uma passagem pela Câmara Municipal edificada sobre uma oposição ao Executivo sem efeito comprovado. Sendo assim, podemos esperar, ou melhor, espero além de propostas, ações que de fato possam comprovar e garantir o merecimento do candidato ao mais alto posto dentro do Município. Quanto ao atual Vice-prefeito, Fabiano que desde já garante e acredita no apoio incondicional do Governador eleito, correligionário Beto Richa. De acordo com alguns comentários no Twitter nesta campanha, pude concluir que Fabiano se opõe à gestão no Rumo Certo, Oras! Que oposição mais estranha essa. Os cargos continuam, o trabalho continua da mesma forma, enfim... Como confiar a direção Municipal a um candidato que nunca ocupou sequer uma cadeira no Executivo? Qual a experiência obtida? Quais suas realizações em prol da comunidade, dos menos favorecidos? Ao meu ver como pode um sego guiar outro cego. Palavras podem soar aos ventos, mas as ações ficam marcadas nas mentes e corações com absoluta certeza. Meu anseio é ver uma cidade melhor, esse fim de semana escutei de um amigo conterrâneo que vive na Capital: “Chegando em Paranaguá tive vontade de chorar, de tão feia e fedida que está a cidade além de observar vindo pelo pátio dos caminhões quanta pobreza há, quanta sujeira”. Respondam-me não é triste ouvir isso. Quero daqui para diante refletir muito e eleger um candidato realmente preparado, que tenha em seu histórico político uma bagagem repleta de realizações para enfim poder dizer que minha cidade é perfeita e não deve absolutamente nada a qualquer outra. Não quero candidatos saudosistas, não quero ter saudade, quero ter orgulho! Promessas de campanha já ouvimos as mais diversas, quero a prática. Não sou oposição a ninguém, apenas citei os dois amigos, pois declararam publicamente suas intenções. Teremos dois anos para avaliar tudo e concluir quem será o revolucionário e corajoso candidato que transformará o sonho de mais de 96.000 eleitores em realidade. Aquele que dará continuidade a tudo de bom que já foi feito e criado, o feliz homem (no sentido de ser humano) que deixará marcada na história sua gestão. Paranaguá merece, eu mereço, todos confiamos e acreditamos em um amanhã melhor.

    ResponderExcluir
  2. André

    Tenho a humildade de entender a plenitude de sua mensagem. Sempre torno clara a minha posição quando ações ou omissões da prefeitura estejam em desacordo com as projeções da nossa sociedade.
    São tão claras e públicas que você mesmo as conhece. Assim, o prefeito também, seja porque sempre digo pessoalmente a ele as minhas posições ou seja porque o mesmo sabe através da publicidade das minhas colocações.
    Aceitar ou não as nossas sugestões é uma decisão pessoal do alcaide. A nomeação das pessoas e de sua única e inteira responsabilidade, bem como a manutenção das mesmas.
    Assim, a dubiedade não está nas minhas colocações, sempre diretas e públicas.
    Sou Vice-Prefeito eleito e procuro atender as necessidades da população com os atendimentos do gabinete, independente da vontade do prefeito.
    Já houve situações em que uma vice-prefeita foi impedida de ter acesso ao seu gabinete devido a controvérsias existentes com o alcaide (Roque x Sandra).
    A eleição de 2012 passa primeiro pela eleição de Presidente. Vitória de Dilma dá novo fôlego ao prefeito. Vitória de Serra praticamente coloca-o em situação de aguardar o jogo terminar.
    Depois disso será possível avaliar as composições e nomes.

    Abraço

    Fabiano Vicente Elias

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus morro e não vejo tudo. Perai mas não deu nos Jornais dos Bairros que Prefeito e Vice estão inelegiveis por oito anos?? Nada contra Voce Fabiano pelo contrario torci para que você fosse o candidato nato nas ultimas eleições. O que seria bem natural mas não deu né, não sei porque acordos foram aceitos e você que derrepente entrou candidato a prefeito saiu vicê esta os Parnaguaras reclamam até hoje. Penso que teria tido muito mais chances se tivesse seguido convicto. Pois agora ta dificil de colar que esteve ou esta do lado da sociedade paranaguará. Com todo respeito o carimbo do alcaide esta em você e colado fortemente colado. Como se livrar disto??

    ResponderExcluir
  4. Olá François

    Por mais que eu tenha as minhas convicções e posições, as quais sempre trago à mostra, é difícil se desvencilhar deste "carimbo".
    Quanto a inelegibilidade, os atos condenados são de 2007 e 2008, quando o vice-prefeito era o Ricardo e não eu. Assumi a condição de vice-prefeito em 2009. Há um erro na sentença, cujo recurso já foi devidamente protocolado para que o juiz possa regularizar a situação.
    Também fiz muita força para ser o candidato em 2008, mas o PSDB exigiu que eu fosse vice na chapa atual e para atender o partido, assim o fiz. Sei e escuto até hoje as reclamações a esse respeito.

    ResponderExcluir