quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Demutran, sem linha ou sem vontade?


Gostaria muito que o secretário de Serviços Urbanos, Vilmar Cruz ou a Diretora do Demutran, Marcia Garcia explicassem uma situação que a grande maioria dos motoristas está indignada com o posto central do Demutran.

Quando alguém é multado e vai regularizar sua situação sem a infração, é mandado ao Demutran da Rodoviária para pegar os dados da multa. Lá o guamupa anota num papel e o motorista é obrigado retornar até o centro para levar as anotações e aí sim regularizar sua situação.

Ora, essas informações de um posto ao outro não poderiam ser feitas por telefone? É preciso fazer o motorista de “office-boy” (para não dizer de idiota)?

A menos que o Demutran não tenha grana para investir numa linha telefônica na sede central, apesar de todo dinheiro arrecadado com essas multas.

Imagine que neste trajeto o motorista sofra um acidente, de quem será a culpa?

Com a palavra Vilmar ou Marcia que podem postar a explicação, se é que existe uma.

Não me custa esperar.

E você que acha disto?

Nenhum comentário:

Postar um comentário