sábado, 31 de julho de 2010

Recorde de presença marca votação do Troféu Imprensa




Um recorde na participação de profissionais de imprensa em atividade nos principais veículos de comunicação de Paranaguá marcou a votação da quarta edição do Troféu Imprensa de Paranaguá 2010, realizado nas dependências do restaurante A”Bonbonne no evento realizado pelo Jornal dos Bairros.

Superando a presença das três edições anteriores, 30 profissionais da comunicação escolheram, votaram, apuraram e elegeram 20 pessoas e 40 empresas que mais vem se destacando ao longo deste ano que já ultrapassou o primeiro semestre do ano.

A novidade nesta quarta edição, segundo o jornalista Gilberto Fernandes, é o início do reconhecimento público dos profissionais de imprensa que muito contribuíram para o crescimento da informação na cidade. A partir deste ano, o troféu ganha o nome de um importante profissional na área que já nos deixou e o primeiro ser homenageado será o radialista Airton Poli, “A Voz” como eternizou o jornalista Claudino Nunes numa reportagem.

Entre os homenageados, foram poucos aqueles que conseguiram a façanha de ganhar o troféu pela quarta vez consecutiva, como a Folha do Litoral, a rádio Litoral Sul FM, o Terminal de Contêineres Paranaguá (TCP), Cargill Agrícola entre outras.

Na política a surpresa ficou por conta do prefeito José Baka Filho (PDT) que no ano passado não recebeu nenhum voto dos profissionais de imprensa e, este ano, venceu com uma expressiva votação na categoria de melhor prefeito do litoral.

A entrega dos troféus acontecerá no Camboa Resort Hotel no final de setembro em data a ser definida.

Homenageados

Melhor Rádio - Litoral Sul FM
Melhor Jornal - Folha do Litoral
Melhor Jornalista - Aline Benvenutti – Folha do Litoral
Melhor Repórter - Larry César – Rádio Litoral Sul FM
Melhor Colunista - Hedran Gebran – Folha do Litoral
Melhor Comunicador - Gil Marques – Litoral Sul FM
Melhor Diretor da na área de comunicação – Ciro Gimenes – Litoral Sul FM
Melhor programa jornalístico - Litoral Sul Notícias – Litoral Sul
Melhor Prefeito do Litoral - José Baka Filho - Paranaguá
Melhor Vereador - Leite Junior
Vereador Revelação - Frisoli
Melhor Secretário Municipal - Joaquim Guilherme (Ação Social)
Político Destaque - Alceuzinho Maron
Melhor Dirigente Partidário - Mauricio Vitor de Souza (PV)
Melhor Presidente da Orla Marítima - Wilson Moraes - Sintraport
Melhor Presidente Classista - Rogério José Lisboa – Sismup
Personalidade Sindical - Pereirinha - Coopanexos
Melhor Administrador Portuário - Juares Moraes – TCP
Melhor Operador Portuário – Cargill
Melhor Terminal Portuário de Fertilizantes - Multitrans
Melhor Terminal Portuário - TCP
Melhor Armazém Geral - Bandeirantes
Melhor Agência Marítima - Cargonave
Melhor Controladora de Qualidade – SGS do Brasil
Melhor Ótica - Ótica Visual
Melhor Loja de Móveis - Casas Bahia
Melhor Aviário - Aviário da Serra
Melhor Posto de Abastecimento - Locatelli
Melhor Churrascaria - Tomé
Melhor Concessionária - Servopa
Melhor Loja de Confecção - Maxi Mundial
Melhor Escola de Idiomas - Wizard
Melhor Academia de Ginástica - World Champion
Melhor Pizzaria - Cia da Pizza
Melhor empresa monitoração eletrônica e vigilância - MCW
Melhor Banda - Tentação
Melhor Auto-escola - Scremin
Melhor Casa Noturna - Memorial
Melhor Escola Particular - Colégio Diocesano Leão XIII
Melhor Diretor Escola Estadual - Rozeula Voi - Alberto Gomes Veiga
Melhor Diretor de Escola Municipal - Tirza Cunha Pires - CAIC
Melhor Funerária - Nossa Senhora do Rocio - Dorinho
Melhor Farmácia - Nissei
Melhor Escola de Informática e Curso Profissionalizante - Cecap
Melhor loja de informática - Itaza
Melhor Gráfica - Shalom
Melhor Panificadora - Casa do Pão Caseiro
Melhor Imobiliária - Amauri Domingues
Melhor Loja de Materiais de Construção - Carvalho
Melhor Loja de Auto-peças - Casa do Caminhão
Melhor Advogado - Giordano Vilarinho
Melhor Contador - Bonsenhor
Melhor Papelaria - Rosibrás
Melhor Atleta - Agatha Berdnaczuk
Melhor Empresa do Ramo de Festas - Orange
Melhor Empresa de Dedetização - DDP Fumigação
Melhor Supermercado - Condor
Melhor Presidente de Associação - Claudio Apiacas – Jardim Guaraituba
Melhor Concessionária do serviço público - CAB Águas de Paranaguá
Melhor financiadora de empréstimos – Extracredi


Ajude este jornalista manter atualizado este blog. Antes de sair clique num dos comerciais. Obrigado

Choradeira dos estranhos na área

Não deu uma semana da eleição dos melhores do ano pela grande maioria da imprensa de Paranaguá que já começou a choradeira dos estranhos que atuam na área e são por demais incompetentes.

E tem gente de todo tipo criticando, alto e baixo, gorducho e magro, sóbrios e bêbados, mas com uma enorme dor de cotovelo (o que é natural), pois só foram indicados quem realmente é bom naquilo que faz em todas as áreas, principalmente na nossa.

Mas é compreensível e aceitável. Quem sequer foi indicado, certamente ficou magoado, o que é bobagem. Basta aprender, fazer direito e mostrar qualidade, só isso.

Afinal trabalhar sério e com qualidade não tem segredo.

E nem precisa apelar, gritar, contar piadinhas sem graça, gozar com a cara dos colegas de trabalho, extravasar vaidade, tripudiar em cima de quem a vida abandonou e coisas do gênero.

Vamos trabalhar gente e deixar os outros trabalharem em paz.

Ajude este jornalista manter atualizado este blog. Antes de sair clique num dos comerciais. Obrigado

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Presentes de grego nos 362 anos


Até quando está querendo fazer algo de bom o prefeito José Baka Filho dá com os burros na água. Perdeu o jeito ou a motivação. Não estive presente, e nem era preciso, fiquei sabendo de tudo com riqueza de detalhes. Os 362 anos de nossa querida e tricentenária cidade, mais uma vez, foi um festival de mancadas da prefeitura.

A que considero a pior de todas foi a falha ridícula e inacreditável da contagem regressiva para os aniversário e a sonorização do áudio de parabéns e do Hino de Paranaguá falharem. Que coisa horrível.

Mais de 30 mil pessoas no show de Zezé di Camargo e Luciano e na hora de ligar o CD, pasme, ele engasgou e não saiu nem parabéns e nem hino. Vai ver não houve tempo para testar o áudio.

Tenho certeza que isso não ocorreria nunca com Marcia Rauscher no comando do cerimonial. Mas fazer o que. E aí, na hora de optar pelo parabéns e hino, cantou-se apenas o parabéns. E o hino? A prefeitura perdeu a oportunidade de fazer mais de 30 mil pessoas cantarem nosso hino em pleno aniversário da cidade.

Uma tremenda falta de criatividade, bairrismo e competência. Como disse na postagem do “asfalto pintado de tinta preta” este tipo de coisa não justifica o novo slogan da administração “a cidade que a gente faz” . Nossa gente não daria essas mancadas.

E aí vem o show com um Zezé di Camargo afônico, sem voz e não conseguindo alcançar as notas que lhe deixaram famoso. Mais um mico de presente, desta vez, sem culpa do prefeito (é a sina).

No dia seguinte, pleno aniversário, este jornalista também recebe do prefeito seu “presente de Grego” por conta de outra mancada. Estava na pauta da inauguração da nova sede da Fumtur e feliz por ganhar uma hora extra neste dia.

Durou pouco a felicidade, a pauta caiu porque a inauguração não aconteceu.

E para fechar com chave de ouro os “presentes de Grego”, os quase quatro mil servidores ficaram sem receber seu salário antes dos 362 anos (nem no dia 29 e até hj às 14 horas)). Ou seja, passaram um feriado duro, sem grana para assistirem aos shows.

Essa é a nossa administração que já foi no rumo certo e, hoje, “não” é a gente que faz. São eles mesmos que fazem (nada de dividir o mico).

Ajude este jornalista manter atualizado este blog. Antes de sair clique num dos comerciais. Obrigado

terça-feira, 27 de julho de 2010

Ás minhas filhas...

Recebi esta mensagem do amigo Gebran, Diretor Executivo-Comercial da Folha do Litoral e um paizão como este jornalista, que muito me emocionou e queria compartilhar, primeiro com minhas três filhas,Letícia, Jéssica e Tassyane e depois com todos os pais que fazem justiça a a essa condição, ser pai. Muito linda mesmo.



À MINHA FILHA


Hoje eu abri um livro. Não sei exatamente porque, dentre tantos, escolhi aquele.

Quando o abri, na primeira página, havia um desenho e o seu nome.

Recordei-me do dia em que comprei a obra. Era um lançamento, e muito caro.

A capa encadernada, folhas de papel de primeiríssima qualidade, um autor famoso. Coloquei-o sobre o criado mudo, para ler um pouco mais tarde.

Lembro-me que, quando descobri que você escrevera ali o seu nome, a chamei. Eu estava muito zangado. O livro era meu e você escrevera seu nome nele e fizera um desenho.

Chamei-o para lhe dar uma grande bronca. Você veio sorrindo e, antes que eu pudesse dizer qualquer coisa, vendo que eu segurava o livro em minhas mãos, me disse:

“e daí, papai, gostou do coração que eu desenhei no seu livro? É o meu coração, papai... Para você.

E também coloquei meu autógrafo. Como os artistas fazem. Gostou, papai?”

Você pulou no meu pescoço, beijando-me.

Pois é, naquele dia não houve bronca. Como poderia? Eu estava preocupado com um livro que comprara e era precioso.

Mas o meu bem mais precioso, você, tinha colocado nele a sua marca. Não por maldade, ou por desejar estragá-la, mas para me dar um presente.

Hoje, tantos anos passados, quando você já constituiu sua família e está distante, ao abrir o livro, tudo aquilo brotou dos arquivos da memória.

Passei os dedos sobre aquelas garatujas que pretendiam ser um desenho do seu coração e seu nome. Você mal havia aprendido a escrever seu nome, em letras grandes.

Você está longe, há tempos não nos falamos. A vida é tão estranha.

Quantas vezes lhe disse para ficar quieto porque eu desejava ter um pouco de silêncio?

Sabe, minha filha, daria tudo que tenho para ouvir sua voz, hoje, em minha velhice, aqui, na sala em que me encontro.

Ter o seu abraço, outra vez. Não sei quando tornaremos a nos ver. Seu trabalho o mantém muito distante de mim.

Mas, saiba filha, foi muito bom encontrar seu nome e seu coração grafados em meu livro.

Fez-me muito bem à alma relembrar tudo isso. E fico feliz em não lhe ter dado a bronca, naquele dia.

Você me deu um grande presente. Deu o que você tinha de melhor: o seu afeto grafado.

Sinceramente desejo que seus filhos façam o mesmo com você. Porque chegará sempre o dia em que, distantes, você ansiará por vê-los, por tê-los a seu lado.

Sinceramente espero que encontre escritos, bilhetes, desenhos em cada folha de seus livros, na capa de um CD.

Obrigado, minha filha!

***

A disciplina e a ordem, o respeito aos bens alheios, com certeza são valores que os pais prezam passar aos seus filhos.

Ninguém pense que se deva deixar os filhos fazerem o que querem, com os seus e os pertences de outrem.

No entanto, há que se ter sensibilidade para estabelecer a linha divisória entre mal-criação e um ato de amor.

Entre maldade e expressão do mais puro afeto de um filho por seu pai.

Aprenda a valorizar as pequenas grandes coisas que se expressam em um gesto espontâneo, em um abraço inesperado, um beijo que parece fora de contexto.

Jamais rejeite tais manifestações. Ao contrário, retribua, enquanto pode, enquanto seus filhos estão sob sua guarda, enquanto estão sob seu teto.

Dia chegará em que a vida os levará para longe, como flechas disparadas por hábil arqueiro, para as conquistas que lhes cabem.

E, então, você terá todas essas delicadas lembranças para alimentar os dias da sua saudade...

Pense nisso!

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Matinhos e Pontal superam Paranaguá na educação


Você sabia que o orçamento da cidade de Pontal do Paraná deste ano é de R$ 39 milhões, enquanto o da cidade de Matinhos é de R$ 50 milhões?

Pois é com estes orçamentos que, juntos não chegam ao de Paranaguá que em 2009 foi de R$ 166 milhões, Matinhos e Pontal oferecem às suas crianças uma educação melhor que a nossa com suas escolas com projeto de ensino em tempo integral (foto).

E não é este jornalista que está dizendo e sim o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) ao divulgarem o resultado nacional do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de 2009. Uma vergonha para uma administração que faz da educação sua maior bandeira de campanha.

Os números mostraram que Matinhos, a grande campeã do IDEB, alcançou nota 5.1 e Pontal do Paraná 4.9, enquanto nossa cidade ficou na terceira colocação com nota 4.8.Como explicar uma coisa desta?

É por isso mesmo que na próxima edição do JB vou entrar neste assunto e fazer esta pergunta para Secretária de Educação, Elvira Geraldo e para superintendente de Educação, Vivian.

Principalmente a Vivian, quem sabe ela tenha na ponta da língua a resposta como teve ao defender esta educação nota 4.8 no Fórum da Câmara de Vereadores diante do prefeito José Baka Filho.

AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

Leia amanhã no JB



AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Atestado de burrice assinado e carimbado



Caro leitor, existe algo mais absurdo que pintar o asfalto com tinta preta? Não? Errou, existe sim. É fazer isso usando mão-de-obra e material (a tinta preta) pagos com dinheiro público, ou seja, com o seu dinheiro. Uma situação como esta seria uma boa piada se não fosse a mais pura verdade.

Mas vamos aos fatos reais (redundância proposital para combinar com a atitude em tela). Recentemente a Rua Arthur de Souza Costa (Rua do Bavaresco Palmital) recebeu uma nova e grossa camada de asfalto, o que foi muito bom. Aí veio a Demutran nesta nova versão da Secretaria de Serviços Urbanos para fazer a demarcação do estacionamento do PERTO. Até aí tudo bem.

Ocorre que a rua tem sentido único e o PERTO só poderia ser demarcado no lado direito da rua. E o que aconteceu? Pintaram o PERTO no lado esquerdo. Super errado.

Mas tudo bem, pintar errado uma vez é humano, duas vezes hummm, tudo bem, mas três vês, xiii. Agora pintar errado 24 vezes, 24 demarcações aí o adjetivo fica por conta de cada leitor. É isso mesmo, somente depois de 24 demarcações se deram conta que o lado estava errado.

E aí veio o mico, macaco, gorila, orangotango, King Kong, Godzila, sei lá da obrigação de pintar o asfalto com tinta preta (foto). Não acredita? Passe lá e veja com seus próprios olhos e aproveite para dar umas boas gargalhadas.

Em tempo, este tipo de situação não condiz com o novo slogan da administração "a cidade que a gente faz", porque eu não faria uma besteira desta.


Ajude este jornalista manter atualizado este blog. Antes de sair clique num dos comerciais. Obrigado

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Quebrados e sem manutenção, crianças improvisam nos brinquedos do Aeroparque



Há um ano o JB mostrou a situação precária dos brinquedos e aparelhos de ginástica do Aeroparque em Paranaguá. Na época a reportagem mostrou crianças e adolescentes obrigadas improvisar brincadeiras no que restou dos brinquedos construídos na madeira rústica e dos equipamentos de ginásticas. Quase todos sucateados.

Em sua defesa, a prefeitura colocou no Portal Público uma reportagem no dia 18 de agosto sob o título “Aeroparque recebe manutenção diária”. Nela, além de informar a existência de uma equipe responsável pelos brinquedos ado parquinho infantil, culpou o vandalismo pelos danos feitos nos aparelhos de ginástica e garantiu a empresa responsável tinha sido comunicada e viria arrumar os defeituosos e fazer a manutenção nos demais.

A providência ficou apenas na reportagem do Portal Público, os aparelhos não foram arrumados e continuam sem manutenção a um ano, da mesma forma que os brinquedos de madeira. A reportagem do JB esteve no local e observou que a situação piorou, crianças improvisam balanços (foto) com que restou dos brinquedos de madeira e dão asas a criatividade nos aparelhos de ginásticas quebrados. Apenas três aparelhos ainda estão intactos.

Por sua vez toda estrutura em madeira do parque infantil está danificada, quebrada e perigosa para as crianças. O local que um dia foi ponto de encontro e diversão de famílias inteiras aos domingos, esta área de lazer do Aeroparque necessita de um mínimo investimento e comprometimento com a manutenção para voltar a ser a alegria de crianças, jovens, adultos e idosos.

Demutran retira placas virtuais e mantém o perigo no Porto dos Padres


Em julho de 2007 o vereador Leite Junior (DEM), pediu ao prefeito José Baka Filho (PDT), a implantação de uma lombada padronizada e sinalizada na Avenida Samuel Pires de Melo esquina com a Rua José Cadilhe.

Na época o vereador justificou o pedido levando em conta o fluxo de estudantes no local para coibir a velocidade dos carros naquela via pública. Coincidentemente neste mesmo ano um motociclista foi morto por um ônibus da Viação Rocio por falta justamente de redutores de velocidade.

Depois de certa demora, o prefeito atendeu, em partes, ao pedido do vereador pedindo ao Departamento Municipal de Transito (Demutran) que realizasse os estudos necessários para sua viabilidade. Aprovada a implantação, foram colocadas as placas nas proximidades de onde o vereador pediu a lombadas, mas a sinalização ficou “virtual”, uma vez que as lombadas não foram construídas pela Secretaria de Obras.

No ano passado o JB fez uma reportagem com o título que “Paranaguá é o paraíso das lombadas virtuais” e ilustrou com as placas da Avenida Samuel Pires de Melo e de outras espalhadas pela cidade. Passado três anos do pedido e após as cobranças do JB, o Demutran deu uma solução inusitada ao problema; as placas foram retiradas (foto), mesmo depois de todo tempo e recurso público gasto para se investir na segurança daquela via pública.

Novo estudo do que já foi feito

Sem entender o porquê de a prefeitura manter o perigo para crianças, jovens, adultos e idosos na Avenida Samuel Pires de Melo que, ao longo de toda sua extensão não possui nenhum redutor de velocidade, o JB questionou o Demutran sobre o motivo da retiradas das placas e o que será feito para restituir a segurança naquela via e evitar mais mortes e acidentes.

A diretora do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), Márcia García, não informou porque as placas foram retiradas e limitou-se dizer que “está sendo feito um novo estudo de fluxo da avenida Samuel Pires de Melo, tendo em vista que há projeto para que a via faça parte de um binário com a Roque Vernalha. Por este motivo, uma comissão foi formada pela Secretaria Municipal de Obras Públicas para realizar esse novo levantamento, com intenção de redefinir a colocação das lombadas na região”.

Mais uma vez, será feito um estudo que já foi realizado e aprovado em 2007 quando do atendimento ao pedido do vereador Leite Junior para que as lombadas que foram retiradas retornem de onde saíram. Vale lembrar que neste ano, próximo de onde as lombadas estavam, ocorreu um acidente envolvendo um veículo do Demutran e um particular, onde o motorista foi parar a UTI do Hospital Regional.

Coligação proporcional favorece Jozaine Baka


Disposta usar sua experiência profissional e conhecimento da administração pública, a primeira-dama, Jozaine Baka, decidiu lutar por um mandato que lhe desse a ferramenta necessária buscar uma melhor qualidade de vida aos parnanguaras e moradores do litoral.

Sem saber como ficariam as coligações majoritárias e proporcionais em relação a seu partido, o PDT, Jozaine Baka (foto), pensou em lutar por uma vaga na Câmara Federal. Todavia, com a formação da frente suprapartidária que uniu PDT, PMDB e PT, a primeira-dama entendeu que a dificuldade seria maior numa disputa federal e optou pela busca de uma cadeia na Assembleia Legislativa.

Consolidada a coligação proporcional “União pelo Paraná” formada pelo PDT, PMDB, PT, PR e PC do B, apelidado de chapão, a chance de eleição da primeira-dama se tornou bastante consistente. O número de votos necessários para conseguir a vaga na Assembleia Legislativa pode ser obtido dentro do próprio colégio eleitoral de Paranaguá, atualmente como 96.714 eleitores, divididos nas duas zonas eleitorais.

Porém, sua atuação como secretária de Planejamento e mais ainda como presidente do Provopar, ultrapassaram as fronteiras do município e a primeira-dama deverá conseguir votos nas outras seis cidades do litoral. Por essa razão, Jozaine Baka intensificará sua campanha na cidade, no litoral e cidades do Paraná onde conseguir boas dobradas, o que poderá fazer dela a primeira deputada estadual na história da cidade.

Vereadores criticam pregões para compra de óculos e dentaduras



Ao tomarem conhecimento através de publicações na imprensa da abertura de pregões pela prefeitura de Paranaguá para compra de uma grande quantidade de óculos e dentaduras, os vereadores Marquinhos Roque (PMDB)(Direita) e Rafael Gutierres Junior (Esquerda) (PDT) criticaram o prefeito José Baka Filho (PDT) por priorizar o assistencialismo em pleno período de campanha eleitoral.

A publicação do edital de pregão presencial 072/2010 que teve como objeto a aquisição de próteses dentárias (dentaduras) no valor de R$ 68.400,00, publicado no final do mês passado foi alvo de críticas de ambos os vereadores que defenderam a aplicação de recursos na saúde, educação e no aumento dos salários dos servidores que, recentemente, fizeram greve por melhores salários.

Para Marquinhos Roque a compra de tanta dentadura num momento como este levanta suspeita pelo fato da esposa do prefeito estar na disputa de uma cadeira na Assembleia Legislativa. O vereador lembrou que um mês antes deste pregão, a prefeitura publicou o edital 027/2010 que teve como objeto a compra de R$ 108 mil em óculos.

“Porque tanta perereca, será que nossa cidade está banguela?”, ironizou Marquinhos Roque durante seu pronunciamento. Por sua vez, o vereador Rafinha defendeu o uso destes recursos, quase 200 mil reais, em áreas que onde a prefeitura possui deficiências.

Conselheira Tutelar diz estar impedida de trabalhar


Eleita por dois mandatos consecutivos no Conselho Tutelar de Paranaguá, a conselheira Inajara Rejani Vieira de Góis (foto) procurou o Jornal dos Bairros para denunciar que está sendo impedida de exercer sua função no órgão pelo atual presidente do colegiado Edmilson Costa.

Afastada no ano passado pelo Conselho Municipal dos Direitos da criança e do Adolescente (CMDCA), Inajara, buscou o caminho da justiça para recuperar seu direito de trabalhar. De posse de uma liminar concedida pela justiça em abril, a conselheira alega que, desde então vem sendo impedida de trabalhar no Conselho Tutelar.

De acordo com Inajara, o presidente alega ter sido comunicado que a liminar que resgatou seu direito ao trabalho foi derrubada pelo Jurídico da prefeitura, mas Inajara diz que ainda não foi notificada.

O Jornal dos Bairros acompanhou a conselheira até a sede do Conselho que fica no Terminal Urbano e constatou que uma das três das salas destinadas ao atendimento do público pelo conselheiro estava trancada. Mesmo assim, Inajara disse ter feito dois atendimentos na sala da secretaria do colegiado. “Eu só quero que me deixem trabalhar”, argumenta Inajara.

O que diz o presidente

A reportagem procurou o presidente Edmilson Costa que contestou as informações da conselheira. Ele mostrou a sentença da justiça que derrubou a liminar de Inajara e a determinação judicial para que Inajara não possa exercer sua atividade, uma vez que a decisão cadê recurso em instância superior. “Estou apenas cumprindo o que determinou a justiça”, se defende o presidente.

Edmilson desmente ainda a afirmação que Inajara está sendo impedida de trabalhar, ressaltando que ele mesmo, na presença de outros conselheiros abriu o sistema de atendimento do Conselho Tutelar para Inajara quando ela trouxe a ordem judicial determinando seu retorno.

“Ela chegou fazer atendimentos neste período” garante o presidente que informou ainda que Inajara não foi desligada, pois ela ainda pode recorrer desta decisão judicial.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Leia amanhã no JB



Ajude este jornalista manter atualizado este blog. Antes de sair clique num dos comerciais. Obrigado

sábado, 17 de julho de 2010

“Rebeldia” sob controle de Nagel



Apesar do fim da novela abaixo, vale dizer que o vereador Nagel (foto) já estava com sua “rebeldia” sob controle e vinha acompanhando o líder da bancada do PDT, o vereador Jozias nas votações corroborando o “sim” determinado pelo prefeito Baka antes da sessão e nas reuniões semanais do partido.

Basta ver o placar das votações (foto) e lá estava o (s de sim) dos vereadores Nagel e Jozias e o (n de não) do vereador Rafinha que continuava de birra.

Agora com o fim da novela quero ver como serão os votos de Nagel e Rafinha no retorno do recesso.

Quero ver aquele independência, determinação, lealdade e ousadia de Nagel na época do G-6 renascerá das cinzas ou tudo ficará como está hoje do tipo “manda quem pode obedece quem tem juízo”. Vamos aguardar.

AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

Caça as bruxas começou com “Paulos”



Neste período que o blog andou meio parado por conta do excesso de trabalho, agora com a periodicidade semanal do JB e meu trabalho diário da Folha do Litoral, previ o caça as bruxas que iria acontecer por conta da liquidação de saia justa aberta na eleição.

Só que imaginei que as cabeças começassem rolar a partir que nossa candidata Jozaine e Osmar deflagrassem a campanha nas ruas de nossa cidade. E não é que a coisa começou bem antes.

O primeiro que andava na marca do pênalti, foi ameaçado de exoneração, na verdade ela chegou ser elaborada, mas o prefeito Baka reconsiderou foi o presidente do PP, Marcão. E fez bem, porque ia dar uma mancada atroz e garantir sua obra-prima na sua nova arte de ferrar quem lhe estendeu a mão.

A mesma sorte não teve os “Paulos”. O prefeito exonerou o amigo Paulão do Paranaguá Previdência que está na campanha de Edmar Arruda (federal) e Fabio Fuzetti (estadual), Paulo que é casado com Andréia (sobrinha de Fabiano Elias) e Paulo Henrique (PH) do PSDB. Este último é compreensível e não se perdeu nada.

E boatos dão conta que vem mais degola por aí. Mas como diz a sabedoria popular, o que é ruim para uns é bom ara outros. Gente nova vem aí para ocupar esses cargos. Como tenho dito aqui neste espaço e no JB este tipo de atitude do prefeito Baka não me surpreende.

AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

Jozias com Rasca Rodrigues?



Antes de deixar esta última sessão do semestre fui abordado por um colega que considero uma fonte de informação confiável dizendo que presenciou uma conversa esquisitíssima entre o vereador Jozias e a líder comunitária Lucia do Jardim Esperança.

Lucia dizia estar um pouco insatisfeita com a candidata de Jozias e minha também, Jozaine Baka e foi aí que o vereador disse ter uma outra opção de campanha para ela e sua equipe, no caso o ex-secretário de Estado Meio Ambiente, Rasca “Aquário” Rodrigues, o candidato do amigo Sukita.

E depois pediu que o procurasse para falar sobre o assunto. Achei super estranho, Jozias e Rasca (foto), juntos, depois do final desta empolgante novela que ele e Baka colocaram no ar.

Tenho certeza que se tudo não passar de um mal entendido desta minha fonte Jozias irá postar neste blog que está apenas e tão somente na campanha de Jozaine Baka que tudo não passa de intriga da oposição.

Vamos esperar. Agora se o moço ficar quieto, Jozaine e Baka terão de ter uma conversinha com ele.


AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

Fim da novela “Rebeldia pedetista”


Acabou a novela “Rebeldia pedetista” estrelada pelos galãs Rafinha e Nagel, tendo como grande vilão o prefeito Baka e o vereador Jozias como seu fantoche. Todos do PDT.

No inicio da trama, Rafinha e Nagel (foto) se rebelaram e entraram no extinto G-6 que fez história e estória e passaram desafiar a filosofia pedetista imposta pelo vilão.

Aí Jozias entrou em cena e abriu uma ação de infidelidade partidária contra os dois, visando uma futura expulsão e consequente perda de mandato. A coisa chegou ficar feia para os mocinhos com Baka e Jozias tendo bons momentos de glória.

Mas como em novela os mocinhos nunca se dão mal, na última sessão antes do recesso, Rafinha antecipou o capítulo final e disse no plenário que o processo de infidelidade partidária foi arquivado pelo PDT.

Deu para ver a desolação estampado no rosto de Jozias e a euforia de Rafinha e Nagel. Fico imaginando como ficou o prefeito Baka com esta decisão.


AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Anthar, presidente ou ditador?



Tomei conhecimento, mas de tão absurda atitude, tive que checar para ver se era mesmo verdade. E é mesmo verdade. O presidente do Sinated/Litoral, Anthar Lacerda, esqueceu que sindicalismo tem tudo a ver com democracia e não ditadura.

Ocorre que o moço pôs o ator, diretor e aguerrido defensor da classe artística, François Rios, em xeq ue e sentenciou ou o sindicato ou seu trabalho profissional. Um absurdo sem tamanho que pode ser visto no Orkut nos recados do perfil do Sinated Litoral (foto).

É preciso que alguém diga ao presidente que François Rios não ganha seu sustento através do sindicato e sim pelo seu trabalho que faz em todas as áreas que atua, inclusive a cultural. E por isso não pode e nem deve ser posto na parede por conta de sua atuação como sindicalista.

Fico pensando se Anthar não tem lido muito os livros militares da época de 60 e 70. Totalmente fora de propósito este ultimato e desde já abro as páginas do meu jornal, o JB, para François Rios se manifestar sobre o assunto a hora que desejar.

Odeio injustiça.

Ajude este jornalista manter atualizado este blog. Antes de sair clique num dos comerciais. Obrigado

Leia amanhã no JB


AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS

domingo, 11 de julho de 2010

Paulo Rossi ou uma história de camaleão




Essa nota não é minha, deu no Fábio Campana neste domingo e como também fiquei surpreso com a atitude do amigo de longa data, o sindicalista Paulo Rossi (foto) que o conheço desde que presidia o Sineepres e integrava a SDS. Fique contente dele vir para nossa cligação, mas depois de tudo o que ouvi de bom dele sobre Beto Richa e de sua convivencia com o PSDB, não entendi. Certamente deve ter tido muitos motivo$$$ para mudar de lado. Por essa razão, fiz questão de dar um Ctrl C Ctrl V. Veja e comente.

O superintendente da Secretaria Municipal do Trabalho, Paulo Rossi, do PSDB, era o principal assessor de Beto Richa, do PSDB, na área sindical. Foi ele que durante a campanha eleitoral de prefeito em 2008 lançou Beto Richa ao governo do Estado.

Pois é, em decorrência disso foi nomeado diretor da Secretaria Municipal do Trabalho com salário de R$ 10 mil, com direito a assessores e assessoras. O tempo passa, o tempo voa e de repente, não mais que de repente, o sindicalista Paulo Rossi, que preside a União Geral dos Trabalhadores (UGT), seção Paraná, vai oficializar na segunda-feira, às 16 horas, na sede do PDT, apoio à candidatura de Osmar Dias, do PDT, ao governo do Estado.

Quer saber mais? Paulo Rossi é membro do diretório estadual do PSDB. O leitor deve estar curioso para saber quantas razões Paulo Rossi teve para mudar de lado e sofrer tamanha mutação? Em breve todos saberão. É o que dizem tucanos e sindicalistas que apóiam Beto Richa ao governo do Estado.

AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Quando os opostos se atraem



Recentemente lancei aqui no blog uma série de fotos "para serem esquecidas" e abri comn ex-peesedebistas ao lado de Beto Richa, pois hoje trago uma foto que plagia esta série e poderia se chamar "fotos para não serem vistas". De tão absurda a foto quase se torna inacreditável, não fosse a certeza de não se tratar de uma boa motangem.

Em plena campanha, Roberto Requião, que encerrou seu mandato sem pagar o ISS do porto para cidade, ao lado do prefeito José Baka Filho (foto)que tanto o criticou enquanto governador. E brigas que teve direito até chute na canela de ambos os lados. Agora, na mesma coligação, os dois de ladinho como se os quase 30 milhões de dívida do ISS não mais existisse.

Acabou a raiva de Baka? Agora vai ajudar aquele que judiou da cidade durante todo o tempo que Baka está prefeito?

Afinal, Baka mandou Marcio Costa dizer aos presidentes do PP e PRB, além de comissionados da Secretaria de Administração como ficamos sabemos numa das postagens do comentário "Marcio Costa e Akira vão com Beto Richa" que o senador a ser votado era somente Requião, deixando de lado até minha senadora Gleisi do PT. Ah! falando em PT, vale lembrar que nesta indicação eleitoral Baka também mandou votar em Fabiano Elias (PSDB) de Beto Richa e não em Vanhoni (PT) da coligação de Osmar Dias.

Tem um ditado que o grande político Joaquim Teixeira de Magalhães usava muito nas sessões da Câmara para criticar atitudes como esta que diz "farinha pouca, meu pirão primeiro".

AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Inajara está impedida de trabalhar



Na próxima semana o JB traz cm exclusividade uma matéria sobre a difícil situação da conselheira tutelar Inajara (foto). Quem acompanhou os fatos vivenciados saberá bem do que estou falando.

Eleita pelo voto popular para um mandato de três anos, Inajara foi desligada do Conselho pelo CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente).
Não entro no mérito dos motivos de seu desligamento, mas vale dizer que ela recorreu à justiça e foi e beneficiada com uma sentença que determinou seu retorno às suas atividades em abril deste ano.

Porém, até agora ela na pode exercer sua função por conta única e exclusivamente do presidente do Conselho, Edmilson Costa, que não permite que ela trabalhe, a ponto de manter fechada a porta de atendimento das salas do conselho para Inajara. Sou da opinião que o que a justiça decide deve ser cumprido e não discutido.

Amanhã procuro Edmilson para saber o que esta acontecendo e depois falo com Inajara e trarei tudo na edição de terça-feira. Aguardem.


AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

Marcio pediu licença do PRP


Depois desta minha postagem o secretário Márcio Costa fez contato comigo e informou que solicitou uma licença da direção estadual do PRP para poder apoiar o candidato ao governo do Estado que não é da coligação do seu partido, o senador Osmar Dias.

Ele não sabe que a licença foi aceita ou não, mas garante que formalizou o pedido e disse a este jornalista que não irá acompanhar o PRP na eleição majoritária e nem na proporcional, pois vai apoiar Osmar Dias e a candidata a Assembleia Legislativa, Jozaine Baka (PDT), esposa do prefeito José Baka Filho.

Portanto, atendendo ao pedido do secretário, informação repassada. Em tempo, este comentário de Márcio Costa deu o que falar, através dos comentários postados, que vale a pena ler cada um deles.

Neles tivemos a oportunidade de saber coisas muito interessantes, entre elas, o fato de que o candidato a deputado federal do prefeito Baka é seu vice-prefeito Fabiano Elias, a quem o prefeito vem dando uma "geladeira" desde o início da gestão. Como entender isto? leias os comentários e pasmem.

AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Márcio Costa e Akira vão de Beto Richa



A maior coligação da campanha deste ano, a do ex-prefeito de Curitiba,Beto Richa (PSDB) vai promover uma tremenda liquidação de saia justa na cidade e, mais ainda, no secretariado do prefeito José Baka Filho (PDT).

Veja só os partidos que estão coligados com Beto Richa, PSDB, PSB, PP, DEM, PPS, PTB, PRB, PRP, PTC, PSDC, PTN, PSL, PMN e PHS.

A primeira saia mais do que justa é do secretário de Administração, Márcio Costa (PRP), que por força de cargo (e da grana) tem que ir com Osmar Dias, o candidato do patrão.

Mas por ser do PRP pode encarar pela frente um processo de infidelidade partidária. E aí, qual palanque Marcio (foto) vai subir a partir deste mês?

Outro que também ficou com a vida enrolada é Akira Furusawa (PRB) seu partido vai com Beto e ele tem cargo com Baka. Além disto seus candidatos para Assembleia e Câmara são de fora e como fica Jozaine Baka? E assim tome saia justa.

Na sequência vamos trazer outras pessoas que irão nesta liquidação de saia justa.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Vou de Dilma, Gleisi, Fruet, Osmar Dias, Ricardo e Jozaine Baka


Estava quase decidido ficar neutro nesta eleição diante de tantas candidaturas, mas com a formação do quadro político no Paraná vi que a cidade tem condições de eleger um, ou quem sabe, até dois deputados estaduais.

Existed até mesmo a chance de eleição de um deputado federal em razão do chapão das duas principais coligações que irão fazer o governador do Estado, a de Osmar Dias (PDT) e de Beto Richa (PSDB).

Assim decidi abraçar duas candidaturas locais, apesar de todo assédio de candidatos de outras regiões, coisa que não sou contra. Para federal vou com o presidente da Câmara de Vereadores, Antonio Ricardo dos Santos (PP) por diversos motivos e, o mais forte deles, por ser um amigo de longa data e que, mesmo com tanto poder em suas mãos ao longo dos anos (vereador, presidente da Câmara, vice-prefeito) jamais mudou 1% de sua personalidade.

Até hoje continua o mesmo Ricardo dos movimentos cristãos (MOCC e TLC), da mesma forma que seu chefe de gabinete, o amigo Catito. Deixando de lado a amizade, Ricardo tem grande carisma e, com isso, agregado importantes parceiros no seu trabalho político em beneficio da cidade. Quase não possui rejeição e tem uma facilidade de trânsito nos mais variados segmentos, principalmente na área sindical. Por isso vou com ele.

Para surpresa de muitos, para estadual vou com Jozaine Baka (PDT). Quem conhece meu trabalho sabe o quanto defendo uma maior participação da mulher em todos os segmentos, principalmente na política. Afinal mulher raramente é corrupta, dá chute na canela e rasteira nos seus aliados.

Sempre tive um bom relacionamento com Jozaine e sempre admirei seu trabalho. Como diz meu grande amigo Gerson Campos, atrás de um grande homem sempre tem uma grande mulher. No caso de Jozaine, esqueçamos o grande homem, mas ela jamais deixou de ser uma grande mulher.

Inteligente, inovadora e determinada Jozaine tem personalidade própria e hoje busca conquistar seu espaço na vida pública. Sei que o fato de ser esposa do Baka poderá atrapalhar um pouco, mas ela não é prefeita e sim candidata a deputada estadual com chances de eleição, agora com o chapão.

Nesta eleição pedirei votos para três mulheres, Dilma Rousseff (PT) para presidente, Gleisi Hoffmann (PT) para senadora e Jozaine Baka para deputada. E se tivesse candidatas para governadora também teria meu voto e apoio, mas como não tem vou de Osmar Dias e Fruet (PSDB) na segunda vaga para o senado.

AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

domingo, 4 de julho de 2010

Leia terça-feira no JB



AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

O novo G-6 da Câmara com seus candidatos



AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

Vou de Gleisi, Dilma, Osmar Dias e Fruet



Só falta definir os deputados, estadual e federal na cédula de votação que irei preencher em outubro. Para presidente já havia me decidido por Dilma e não por ser do PT, mas por se tratar de uma mulher e extremamente competente. No senado também já havia decidido por Gleisi pelos mesmos motivos que voto em Dilma e um a mais, além de bela, Gleisi é por demais simpática, um doce de pessoa.

Meu segundo senador era Requião, pela enorme admiração que tenho por ele, mas com a decisão de Gustavo Fruet entrar na disputa, vou deixar minha tietagem requianista de lado e vou de Fruet sem dúvida alguma. O cara é bom.

Agora para o governo do Estado tinha me decido por Beto Richa por conta desta palhaçada de Osmar Dias de ficar entre dois grupos políticos antagônicos, mas com o fechamento do meu partido, o PT, na coligação irei com Osmar Dias mesmo, ainda decepcionado, mas vou com ele sim.

Quanto aos deputados, estadual e federal, decido na segunda-feira o estadual e o federal ainda não fui sondado por absolutamente nenhum deles querendo meu voto. E adianto que nem assessores tomaram esta iniciativa. Talvez não vá com ninguém.

AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

´R$ 68 mil em “pererecas”, Paranaguá está banguela




No dia 23 de abril deste ano a prefeitura publicou na imprensa o edital de Pregão Presencial nº 027/2010(esquerda) para compra de R$ 108 mil em óculos. Olha foi óculos para ninguém botar defeito.

Agora, na terça-feira foi a vez da prefeitura publicar o edital de Pregão presencial 072/2010 (direita) para compra de R$ 68.400,00 em aquisição de próteses dentárias. Ou seja, dentadura, as famosas “pererecas” como o povão costuma falar.

Será que Paranaguá virou a cidade dos banguelas e nós da imprensa não estamos sabendo? Ou vem aí uma grande campanha municipal para o pessoal da terceira idade para trocar a perereca usada por uma novinha em folha?

Com a palavra nosso prefeito José Baka Filho.

AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

Não gostou, mas leu e opinou

Um tal de Rogério (deve ser nome de guerra) não gostou deste comentário e quis postar um monte de asneiras típica de pessoas sem o menor preenchimento de massa encefálica. Até pensei em aceitar a postagem para que os meus seguidores vissem o nível dos defensores de Cássia (e ela mesma, coitada, ia chorar de raiva).

Só não o fiz pelos muitos erros de português e palavras chulas. Mas para que saibam as poucas coisas que se pode aproveitar foi o fato dele criticar o trabalho deste "pseudo" jornalista como fez questão de frisar (é um idiota mesmo), só que se deu ao trabalhou de ler e postar seu comentário provando que acompanha o blog deste "pseudo".

Da próxima vez o tal de Rogério (ou seria Rogéria, como a famosa travesti) que use uma linguagem normal e educada até mesmo para criticar que publicarei sua postagem como já fiz em outras situações que podem ser vistas neste blog.

Ah, ia me esquecendo, o tal de Rogério ou Rogéria, não sei, gostou do comentário apenas no fato de entender que nesta situação, Cássia chamou mais a atenção que Jozaine Baka.

AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.