segunda-feira, 28 de junho de 2010

Roque não sai nem estadual nem federal



Tenho analisado o quadro político que está se desenhando na cidade no que diz respeito às eleições proporcionais de outubro e aposto minhas fichas que o ex-prefeito Mário Roque (foto) não sai candidato nem para estadual, muito menos para federal pelo PMDB.

Basta analisar a questão financeira que toda e qualquer campanha implica. Acompanhe meu raciocínio. Roque não tem com se eleger nem para Assembleia Legislativa e tampouco a Câmara Federal. Na Assembleia são 17 buscando reeleição e na Câmara outros oito e aí a necessidade de votos, nas duas campanhas passa dos 100 mil.

Ele fez 37 mil em 2006 e, mesmo assim, ficou como 1º suplente do PSB, ou seja, não chegou lá. Agora no PMDB nem que ganhe o apoio de Silvio Santos ele será eleito. Então porque gastar uma grana desnecessária do seu bolso?

Apenas para complica, desnecessariamente, a vida dos outros que terão as mesmas dificuldade que ele? Roque não foi vereador mais votado de 1996, presidente da Câmara, duas vezes prefeito e Coordenador da Macro Região do Litoral sendo burro, é claro. Por isso, acredito que, desta vez, ele não sai.


AJUDE ESTE JORNALISTA MANTER ATUALIZADO ESTE BLOG E, ANTES DE SAIR, CLIQUE EM UM DOS COMERCIAIS.

2 comentários:

  1. Meu amigo Gil, na política tudo é possível, pois recurso financeiro de campanha eles sabem onde ir buscar!?!?
    O maior problema que vejo, é se derepente quem ia sair candidato desistir, abrindo chance para uma disputa acirrada em nossa cidade que poderá brilhar, ofuscando a estrela do atual mandatário, que com certeza não irá gostar nem um pouquinho!Sabe aquele ditado " Quanto mais, melhor!"

    ResponderExcluir
  2. Mais uma vez meu querido amigo sou obrigado fazer minhas, suas palavras, é bem isso mesmo que pode estar ocorrendo.

    ResponderExcluir