quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Prefeitura mantém matagal há dois anos no viaduto rodoviário



Descaso ou afronta? Qual deles é o motivo pelo qual a Secretaria de Meio Ambiente mantém o denso matagal no viaduto rodoviário.


Desde 2007 a prefeitura de Paranaguá mantém um denso e bem formado matagal no viaduto rodoviário na Colônia Santa Rita com árvores que chegam há mais de três metros de altura na sua copa. Durante todo esse tempo a imprensa tem cobrado da prefeitura, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a poda do matagal. Porém, a secretaria limita-se fazer promessa da execução do serviço, mas até o fechamento desta edição ainda não o fez. Atitude que pode ser considerada como uma afronta à população que se vê obrigada conviver com um aspecto negativo para o paisagismo do bairro. Até porque o trabalho de poda levaria pouco mais de uma hora e necessita de uma equipe mínima de funcionários. Por sua vez, a concessionária Ecovia caminhos do Mar, responsável também pela manutenção de parte da faixa de domínio, tem mantido a vegetação que lhe cabe sempre aparada. Vale lembrar que em todas as cobranças feitas ao longo destes dois anos, além do secretário de Meio Ambiente, Paulo Nascimento, toda a secretaria responsável pela manutenção do viaduto, assim como o prefeito José Baka Filho (PDT), todos tomaram conhecimento que o trabalho não foi realizado e a situação continua inalterada. Recentemente, a Secretaria esteve no viaduto fazendo uma poda nas bordas do equipamento para colocação de uma placa de trânsito informando a altura do viaduto. Mas o matagal foi mantido. Mais uma vez, a reportagem do JB, não procurou o secretário de Meio Ambiente e tampouco a Assessoria de Imprensa para falarem sobre o assunto, porque das outras vezes, o que foi informado e prometido jamais foi realizado. Todavia, o JB deixa a disposição um espaço na próxima edição para que a prefeitura possa dizer porque insiste não fazer a poda do equipamento que dá acesso a fábrica Sadia, empresa que responde por cerca de 25% do ICMS arrecadado para os cofres da prefeitura. Entretanto, se nenhuma providência for tomada nas próximas duas semanas, o JB encaminhará todas as reportagens feitas sobre esta sitruação para o Ministerio Público Estadual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário