segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Leia amanhã no Jornal dos Bairros

NRE afirma; não existe ensino em tempo integral em Paranaguá



Apenas as creches possuem tempo integral, nas 14 escolas o que existe é ensino regular com atividades extra turno.


A principal bandeira da administração José Baka Filho na área de educação, o ensino em tempo integral não existe. É o que garante o Núcleo Regional de Educação de Paranaguá (NRE). De acordo com o NRE, as 14 escolas em tempo integral não ofertam o ensino em tempo integral, conforme a legislação. Desde 2005, “os estabelecimento de ensino funcionam em tempo integral na cidade, através de projetos”, informa o NRE.
O Assistente Técnico, Luiz Roberto Marinho Correia, o Beto Correia (foto), informa que as 14 escolas da rede municipal têm autorização de funcionamento da educação infantil (creches) de ensino fundamental (séries iniciais) com oferta de “projetos em tempo integral”, no entanto, a obrigatoriedade é apenas acadêmica, com o cumprimento de, no mínimo, 200 dias letivos e 800 horas. Nenhuma delas possui autorização para ofertar o ensino em tempo integral, pois oq ue está sem atividade e devidamente autorizado pelo NRE é o projeto de escola em tempo integral.
Ele informa ainda que para implantação do ensino em tempo integral, precisam ser autorizados e reconhecidos pela Secretaria Estadual de Educação, após parecer favorável do Conselho Estadual de Educação (CEE), desde que esteja de acordo com as normas emanadas pelo CEE, através das deliberações 04/99 – 02/05 – 03/06 – 02/07 – 06/05 – 09/06 – 04-08 e 010/99. Razão pelo qual em nenhuma das 14 escolas do município existe ensino em tempo integral, somente projeto de ensino em tempo integral.
Entre as principais diferenças do ensino em tempo integral determinado pela legislação e o projeto ofertado na rede pública municipal, estão a questão da obrigatoriedade e da carga horária do ano letivo. De acordo com o NRE, escolas com ensino em tempo integral a participação do aluno é obrigatória e não opcional, como ocorrem na rede pública municipal. E a carga horária é de 1600 horas, por se tratar de dois turnos, ou seja, tempo integral.

Conselho Municipalde Educação (Comed)

Criado há dois anos, o Conselho Municipal de Educação (Comed), desde setembro vem desenvolvendo um trabalho, de forma gradativa, no sentido de formalizar a transição da estrutura e funcionamento do Sistema Municipal de Educação, que se encontrava integralmente sob a responsabilidade do Núcleo Regional de Educação (NRE). Com isso, informa o NRE, as escolas e centro de educação infantil e da rede privada, atenderão a legislação educacional emanada Comed. Todos os procedimentos para autorização e renovação de autorização de funcionamento deverão ser solicitados junto a Secretaria Municipal de Educação. Porém, no caso das 14 escolas do projeto de ensino em tempo integral, todos os procedimentos foram feitos junto ao NRE.


Diferenças do Projeto da Prefeitura para o Ensino em Tempo Integral



Projeto das 14 escolas

Frequência opcional
200 dias letivos – 800 horas
Recreação e Atividades lúdicas
Uso de não profissionais
de educação no período
Número de merenda diferenciada
Número de alunos diferenciado


Ensino Integral (Legislação)
Frequência obrigatória
200 dias letivos – 1600 horas
Disciplinas continuadas e atividades lúdicas
Obrigatoriedade de profissionais
Número de merenda definida
Mesmo número de alunos


O que diz a Secretaria de Educação

A reportagem do JB procurou a Assessoria de Imprensa que repassou a seguinte informação: “esclarecemos que nunca omitimos ter iniciado o nosso trabalho com o “Projeto Ensinando e Aprendendo” nas nossas escolas, que funcionam em tempo integral. No Art. 34 da Lei de Diretrizes e Bases (LDB) fica claro que a opção de ministrar o Ensino Fundamental em tempo integral é de cada Sistema de Ensino, e do compromisso de cada gestor. Desde 2005, conforme o Art. 153 da Lei Orgânica do Município, estamos implantando gradativamente as escolas com jornada ampliada. O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino (FNDE), Lei nº 11.494/07, em seu décimo artigo, considera o tempo integral como um dos tipos de matrículas, e o Decreto nº 6253/07, ao assumir o estabelecido no Plano Nacional de Educação, definiu que considera: Art. 4º - Educação Básica em tempo integral é a jornada escolar com duração igual ou superior a sete horas diárias, durante todo o período letivo, compreendendo o tempo total que um mesmo aluno permanece na escola ou em atividades escolares. Apesar de termos encontrado muitas dificuldades quanto a legalização no início da implantação, hoje já estamos registrados no documento referencial do Programa Mais Educação, do Governo Federal, que foi elaborado a partir das experiências municipais. Como não existia um documento referencial de escolas em tempo integral a nível de Estado, alguns municípios como o de Paranaguá resolveram sair na frente e implantar através de legislações municipais. Com a extensão da implantação em outros municípios com o incentivo do Governo Federal, a Secretaria de Estado da Educação resolveu, através do Grupo de Apoio à Implementação da Escola em Tempo Integral, discutir, apoiar e facilitar a legalização das escolas nos municípios do Estado. Inclusive, recebemos a visita da coordenadora de Gestão Escolar e Presidente do Grupo de Apoio à Implementação de Escolas em Tempo Integral da Secretaria de Estado da Educação e do Deputado Teruo Kato nas nossas escolas , que pretendem formular o documento referência para a implantação de Escola em tempo integral. Fomos convidados também pela Secretaria de Estado da Educação do Paraná para apresentar nossa experiência a outros municípios no “Seminário Escola em Tempo Integral”, com o representante do Governo Federal Sr. Vander Oliveira Borges FNDE/MEC, nos dias 19 e 20 do corrente mês. O ensino não precisa ser transformado em ensino integral, quando já está acontecendo uma educação integral, trabalhamos para que nossos alunos tenham outras oportunidades, aprendizagem significativa, proteção, alimentação saudável e qualidade de vida. Estamos dando novas oportunidades aos nossos alunos para que no futuro possam ser cidadãos que façam a diferença na nossa sociedade. As escolas em tempo integral ofertam a BNC num determinado horário, e as atividades diversificadas que são: atividades artísticas, esportivas e de enriquecimento curricular em outro horário, sendo que cada uma no seu espaço. Foram construídas 135 salas de aula, salas multiuso, quadras cobertas e refeitórios. Escola em tempo integral existe em Paranaguá, está fazendo a diferença e já está sendo reconhecida e contribuindo para que outros municípios não tenham tantas dificuldades burocráticas ao iniciar a implementação de escolas em tempo integral, que com certeza é o caminho para a transformação da sociedade. O nosso prefeito, José Baka Filho, tem muito respeito e amor por elas e tem a certeza que investindo na educação está construindo um futuro melhor para os nossos parnanguarinhas. Como já temos Sistema próprio de Ensino, o COMED a partir de 2010 passará a regulamentar as autorizações de funcionamento de todos os nossos Estabelecimentos de Ensino Municipais.

Fonte: Jornal dos Bairros nº 83

Rose do Amparo na Executiva do PT!


Mas deixando a indignação de lado e levando em conta que a urna do PT no Amparo é mesmo coisa séria, certamente haverá uma vaga para Rose na Executiva do Partido, já que, sozinhos, garantiram mais de uma cadeira. Tenho certeza que Mário Kugler que foi o único beneficiado com esta urna, irá retribuir esta plena confiança indicando Rose do Amparo para uma de suas quatro vagas conquistadas no PED. Até porque se isso não correr, as suspeitas, que já são enormes e geraram até pedido de impugnação do PED, aumentarão um bocado. Vamos aguardar para ver se este pessoal não serviu apenas de máquina de manobra e baralho para “carta na manga”.

Amparo, o maior absurdo do PED!



Nossa cidade é famosa por estórias fantásticas e inacreditáveis, assim foi com o Pé Redondo, a Loira Fantasma e o Lobisomem da Costeira. Mas a política se encarregou de trazer mais uma nova estória no último PED do PT, uma urna na Ilha do Amparo (foto). Algo que jamais se viu nas eleições do PT em nossa cidade. Até aí, tudo bem. Afinal, porque não realizar filiações naquele local. O interessante foi que dos 84 filiados, 81 votou na chapa de Mário Kugler. Isto não é inacreditável, para não dizer suspeito? E com uma eleição “pertinho” assim, somente quem detém algum tipo de máquina (administrativa, financeira, até mesmo uma lancha) poderia se beneficiar dela. Talvez alguém da Executiva com cargo na administração quem sabe!. Mas que foi uma vergonha, não tenho nenhuma dúvida disto. Vi a coisa como a famosa “carta na manga” coisa de cartola corrupto com medo de perder o poder. Mas uma companheira do PT disse-me que Disney pediu impugnação do PED por causa da tal urna, mas também disse que isso não vai dar em nada. Infelizmente, este é o nosso PT de Paranaguá.

Roque "se expulsa" do PMDB



Parece até piada, mas não é e está mais para jogada jurídica com fins políticos. Mas fiquei sabendo que o presidente do PMDB de Paranaguá, o ex-prefeito e deputado estadual Mário Roque (foto), simplesmente "se expulsou" do PMDB. Isso mesmo que você leu, ele como presidente o expulsou do partido como filiado. Ainda não sei se isso é fato ou boato, porque ainda não tive acesso aos documentos.
Só não vou perguntar se dá para entender, porque realmente dá. Pode ser uma inteligente estratégia jurídica e partidária de sair do PMDB e retornar ao PSB e conseguir condição de permanecer no cargo de deputado que o TRE devolveu ao partido. O ex-vereador e Chefe de Gabinete, Maranhão, parece que até já assumiu a presidência do partido e novidades estão por surgir.
O interessante é que Roque havia afirmado numa entrevista na rádio de Curitiba que não recorreria da decisão, mas também tomei conhecimento que ele recorreu. Será? Vamos aguardar os próximos e emocionantes capítulos da novela "Daqui não saio, daqui ninguém me tira".

domingo, 29 de novembro de 2009

Quintero assume nesta semana


Até a próxima sexta-feira (4) o maringaense Wilson Quinteiro (foto) deve assumir o cargo de deputado estadual do ex-prefeito Mário Roque. Neste dia encerra o prazo de 10 dias que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) deu para o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Nelson Justus, dar posse para Quinteiro. Mas tudo indica que ele assume o cargo na Assembleia nesta terça ou quarta-feira. O jeito é esperar.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Rudi abriu mão do cargo de secretário


Hoje o prefeito Baka perdeu o seu mais forte secretário municipal, o ex-pvereador e presidente da Câmara de Vereadores de Paranaguá, Rudolf Amatuzzi Franco (foto)abriu mão da pasta de Serviços Urbanos e não mais pretende ficar na prefeitura.

Conversei com Rudi que me garantiu não haver nenhum tipo de desentendimento com o prefeito e nem com demais integrantes do grupo político de Baka. A decisão de deixar a secretaria foi por motivos profissionais, ou seja, ele não consegue conciliar a vida empresarial com a pública. E pelo pouco que conheço Rudi, ele não é de assumir uma responsabilidade e fazer a coisa meia boca. Talvez seja por isto que ele tenha optado pela vida empresarial.

Em minha saída da secretaria conversei com alguns funcionários e dei a notícia para alguns deles e percebi que eles ficaram desmotivados. Eles elogiaram o trabalho de Rudi e sua postura diante dos funcionários, com respeito e buscanod sempre a motivação. Um deles disse que Rudi era um secretário exigente, porém, muito amigo.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

E o pau comeu na prefeitura

Ontem a coisa ficou feia na prefeitura de Paranaguá. Ainda não sei o motivo, mas Zoel saiu no braço com Sisneiro em pleno Palácio São José. Quem viu diz que a coisa feia e não fosse a pronta intervenção de Antonio, presidente da Ilha do Teixeira, Sisneiro poderia vir precisar de atendimento médico.

Mas esses pegas nos corredores e pátios do Palácio São José já não surpreendem mais.Este foi o segundo da semana, pois presenciei uma bate boca do time da Secretaria de Meio Ambiente bem pesado, entre Maike, Rosangela (que está andando de roller preto em apenas uma perna) e uma comissionada novinha e bela, como tantas outras que foram aproveitadas da última campanha.

E mesmo com a minha presença, a discussão não parou e este jornalista teve que acalmar os ânimos do pessoal que estava bastante exaltados. Fico pensando numa coisa, eles brigam assim trabalhando todos juntos e estando no mesmo grupo político, imagina só se fossem adversários. Na certa escorregia sangue.

domingo, 22 de novembro de 2009

Um aperitivo do que foi o Miss Paranaguá 2009 - Parte 2





Um aperitivo do que foi o Miss Paranaguá 2009





Elis Fernanda eleita Miss Paranaguá e o título fica na Ilha dos Valadares


Diretamente da Coluna Beleza & Sociedade que a promoter e turismóloga Leslie Camargo assina no Jornal dos Bairros


Não foi nada fácil, mas graças aos nossos patrocinadores e colaboradores, nossa equipe de trabalho, nosso casting de modelos e a beleza de nossas candidatas, acredito que realizamos um bom evento na última sexta-feira no Clube Olímpico de Paranaguá para o público que assistiu a vitória de Elis Fernanda Santos do Nascimento (18), a Miss Paranaguá 2010. Agora, ela representará a beleza das parnanguaras no concurso Miss Paraná realizado pela BMW Eventos que dá direito de participação no Miss Brasil e Miss Universo.

Desfilaram na passarela 14 belas garotas dos mais diferentes lugares de nossa cidade e os jurados escolheram como Miss Fotogenia, Amanda Cortez, Miss Personalidade, Vanessa Alves das Neves, Miss Simpatia Francielli Gabriel Valério, 2ª Princesa, Karla Katiuscia dos Santos, 1ª Princesa, Osziana Correa dos Santos e a Miss Paranaguá 2010, Elis Fernanda que manteve o título da mais bela parnanguara para Ilha dos Valadares.

Quero aproveitar e fazer meus agradecimentos para todos que ajudaram na realização de mais um evento de beleza em nossa cidade com a assinatura L. Camargo. São eles, Isulpar, Casas Pernambucanas, L’Afetto Calçados, Connect Celulares, Vestal Trajes a Rigor, Gráfica Brasil, Ki-Barato, Arlete da Morit Seguradora, Dr. Rafael Magacho, a fotógrafa Vilma do Carmo, Tecnologia Buffara, Fundação Municipal de Turismo, Fundação Municipal de Cultura, Compacta, Filuca Abud da Emdehpar, Academia Moving, Hespanha Publicidade, Gisele Brincadeira de Criança, Folha do Litoral, Floricultura Cabral, Lojas Carneiro e ao nosso Jornal dos Bairros. Vejam um pouco do que foi o evento que escolheu a mais bela parnanguara que tem tudo para ser a próxima Miss Paraná.

Karen e Adilson, Garota e Garoto Carmen Costa Adriano






Com uma direção voltada para interação junto à comunidade estudantil, o professor Manoel Valentim, o Bidu, realizou na quarta-feira (11) o concurso Garota e Garoto Carmen Costa Adriano numa grande festa realizada no colégio e que envolveu direção, professores e alunos de todas as séries. Ao todo 34 garotas dos ensinos, fundamental e médio disputaram o título de mais bela aluna do colégio, enquanto 18 garotos concorreram ao mais belo estudante do Carmen Costa Adriano.

Os jurados tiveram dificuldade em escolher o casal de alunos mais bonito diante do grande número de diferentes belezas e das mais variadas idades. No final da apuração, o casal de estudantes Karen Losllayne Neubawer Bento (12) e Adilson Willian Rosa dos Santos(15) foram eleitos Garota e Garoto Carmen Costa Adriano. Enquanto os professores faziam a apuração dos votos, alunos realizaram uma apresentação de capoeira e maculelê que foi muito aplaudido pelo grande público que prestigiou o concurso.

O casal vencedor vai disputar um novo concurso que será realizado no Clube Diesel e ainda irão confraternizar com a direção do colé
gio numa pizzaria.

Só foi elogiar e retrovisor sumiu!



Tem gente que faz uma força danada para as coisas darem mesmo erradas neste primeiro ano de administração municipal. Na semana retrasa elogiei aqui a iniciativa da prefeitura em colocar um retrovisor (foto) na esquina das ruas Professor Cleto e Faria Sobrinho. A medida favorecia o trânsito com uma boa tendência na redução de acidentes. Mas de nada adiantou. Foi falar num dia e sumirem com o retrovisor no outro dia. Uma tremenda sacanagem de algum desocupado, vândalo ou viciado em crack. O pior que esse pessoal furta porque encontra respaldo de lojas de móveis usadas para receptação. Até mesmo placas de bronze de obras já sumiram e, certamente, viraram pedras de crack. Minha sugestão é retornar com o retrovisor, mas com um suporte fixado no alto da parede do prédio histórico da esquina. E aí furtar, só com escada mesmo.

Padres não são corruptos!


Fiquei sabendo de certa entrevista concedida pelo prefeito Baka na rádio Ilha do Mel FM no dia 23 do mês passado onde cobrou prestação de contas dos padres redentoristas do Santuário do Rocio de toda grana arrecadada na Festa do Rocio e Feira da Partilha. Como não ouvi tal entrevista, sinto certo ceticismo nesta informação. Até porque não creio que o prefeito tenha colocado em cheque a seriedade dos padres. Seria um verdadeiro absurdo. Sou católico, mas nem por isso tenho a pretensão de ser corporativista religioso. Desde que comecei conviver com padres a partir dos anos 70 na época do Movimento de Conscientização Cristã (MOCC) jamais soube que algum padre embolsou grana da igreja. Espero que isso seja intriga da oposição, porque se for verdade, tem gente que deve estar bem aborrecida e muito brava.

Roque fazendo escola!


Quem tentou ler os anúncios institucionais publicados na imprensa um dia antes e no dia da transmissão de cargo de Baka para Fabiano certamente precisou usar uma lupa para ver os extratos de contratos firmados nestes dias. A letra era tão pequena que até mesmo com lupa deu um trabalho danado (eu fiz isso). E não pensem que a culpa é do jornal, porque não é. Deu para perceber que os anúncios foram escaneados e publicados, o que dá entender que foram veiculados no seu tamanho original (o que foi enviado à imprensa). Isso me lembrou de certa sessão da Câmara, quando Mário Gonçalves (oposição na época), fez uso de uma lupa para ler anúncios institucionais publicados pelo então prefeito Mário Roque. Ou seja, Roque fez escola.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Roque perde o mandato depois de 4 meses


Empossado no lugar de Carli Filho por ser suplente já diplomado, Mário Roque já havia assumido a suplência durante uma licença de 30 dias do deputado do PSB Reni Pereira, em julho do ano passado. Ele deixa a vaga depois de quatro meses.
Roque já avisou que irá recorrer ao TSE, mas pode ter de deixar a Assembleia até o julgamento do caso.

TRE destitui Mario Roque e Maringá ganha novo deputado estadual


Fonte: RPC.com - Gazeta do Povo on line


O primeiro suplente do partido, Wilson Luiz Quinteiro, deverá ser empossado na vaga deixada pelo ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) decidiu que a vaga deixada na Assembleia Legislativa do Paraná (AL) depois da renúncia do ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho pertence ao advogado maringaense Wilson Luiz Quinteiro (PSB)(foto).

No julgamento que durou quase cinco horas, os juízes votaram pela destituição de Mário Roque (PMDB), empossado na vaga em 10 de julho. A juíza relatora Gisele Lemke confirmou o pedido do Partido Socialista Brasileiro (PSB) que alegava que Roque não poderia permanecer no cargo, visto que cometeu infidelidade partidária.

Cinco juízes seguiram o voto da relatora e apenas um foi contrário. Dessa forma, a Assembleia será notificada e terá 10 dias para empossar Quinteiro. “Tenho apenas um quarto de mandato, mas tenho uma extensa pauta de reivindicações de quem eu represento”, disse o mais novo deputado paranaense.

Roque foi procurado pela reportagem, mas não quis comentar o assunto. Mesmo que seus advogados recorram no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o recurso não impede a imediata execução da sentença da instância estadual.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Acabou o sonho dos suplentes de 2008


Chegou ao fim o sonho dos suplentes de vereadores da eleição de 2008 em assumir o cargo a partir do próximo ano, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu a posse dos suplentes beneficiados pela emenda, aprovada no Congresso, que elevou o número de vagas nas Câmaras Municipais. As novas vagas ficam valendo para 2012.

A decisão do STF aconteceu hoje decidiu nesta quarta-feira e foi aprovada por 8 votos a 1, os suplentes escolhidos nas eleições de 2008 não poderão tomar posse para ampliar o número de cadeiras nas câmaras e ficam suspensas as posses já realizadas.

Pela decisão, o aumento no número das vagas de vereadores vai vigorar somente a partir das eleições de 2012,sem efeitos para a disputa passada de 2008.

O STF entendeu que os suplentes não foram efetivamente eleitos, por isso não podem assumir vagas abertas com uma decisão do Congresso.

O ministro Carlos Ayres Britto, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), defendeu a suspensão das posses de suplentes ao afirmar que eles não foram eleitos nas urnas.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Vale tudo de altíssimo nível!



Quem está de parabéns é o promoter Fulvio Henrique (foto) que no sábado realizou, sem dúvida alguma, o melhor e maior evento esportivo dos últimos anos na cidade. O grand prix FHB 2009 mostrou que o parnanguara não perde para ninguém em toda e qualquer área, principalmente na de bons eventos.

Estive lá fazendo a cobertura para o meu jornal e a matéria está com destaque na última página desta edição. Deu para ver que a cidade é um celeiro de bons atletas, apesar da falta de apoio do Poder Público local. Digo isso, por saber que o tricampeão mundial Gustavo Dias recebe apoio da prefeitura de Curitiba e não de Paranaguá para desenvolver seu talento e potencial.

E digo mais, esse rapaz vai longe e logo teremos boas notícias dele em nível internacional. Mas tudo porque um Fulvio Henrique nos dá o prazer de vê-lo em ação. Valeu Fulvio e boa sorte para você.

Fabiano, Edu e Rudi sem chances?



Não sei o que deu na cabeça do ex-deputado Lourenço Fregonese (foto) nesta semana ao dar entrevista falando sobre a eleição de 2010. Ao demonstrar apoio à candidatura de Alceuzinho Maron (PPS) para deputado estadual, o que é algo natural e sadio, o moço deu uma pisada feia no tomate.

Ele disse não existir ninguém na cidade em condições de se eleger deputado federal, ou seja, incluiu na panela, inclusive o seu partido, o PSDB. Não sou nenhum expert em política, mas acredito que os tucanos Rudi, Fabiano Elias e o vereador Edu têm sim boas chances de eleição para Câmara Federal.

Basta um bom trabalho, união de forças partidárias (voto útil) e grana, é claro. Entendo e faço coro com Fregonese na sua afirmação que Alceuzinho é o que possui mais chances para Assembleia Legislativa, mas desprezar a densidade eleitoral deste triunvirato, ainda mais do seu partido, não é coisa que se diga na imprensa. Foi mal.

Compre amanhã o Jornal dos Bairros e leia


A edição do JB que vai amanhã cedo para as bancas está muito bom. Vejam os principais assuntos.